Manchester City perde caminhão de gols, mas vence Burnley na Copa da Liga Inglesa
Foto: Divulgação / Manchester City

Em duelo válido pela terceira fase da Copa da Liga Inglesa, Burnley Manchester City se enfrentaram nesta quarta-feira (30). Apesar do favoritismo do City, os Clarets esperavam que o time de Pep Guardiola viesse enfraquecido, principalmente após a derrota por 5 a 2 contra o Leicester na última rodada da Premier League. 

Porém, não foi isso o que aconteceu. O City teve amplo domínio do jogo e, mesmo perdendo um caminhão de gols, conseguiu vencer o Burnley por 3 a 0, com dois gols de Sterling e um gol de Ferrán Torres.

Distribuição tática

Apesar de se tratar de um jogo da Copa da Liga Inglesa, ambos os técnicos optaram por utilizar grande parte do time principal como titular. Escalando o Burnley em um 4-4-2, o técnico Sean Dyche colocou Peacock-Farrell no gol, com Long e Tarkowski na zaga e Lowton e Taylor nas laterais. No meio-campo, Westwood e Brownhill ficaram mais centralizados e McNeil e Pieters cuidavam mais das laterais,  voltando mais para ajudar defensivamente. Lá na frente, Vydra e Barnes formaram a dupla de ataque.

Já Pep Guardiola optou por mandar um Manchester City ao campo disposto em um 4-1-4-1. Fora o goleiro Steffen, a defesa inteira foi a que jogou na última rodada da Premier League:  a dupla de zaga Fernandinho e Laporte  fizeram a proteção da defesa, enquanto Walker e Mendy cuidaram as laterais. Enquanto Rodri fazia o papel de volante, auxiliando também na marcação, Ferrán Torres, De Bruyne, Mahrez e o estreante Cole Palmer ficaram responsáveis pela movimentação do meio-campo  e criação de jogadas para Sterling aparecer mais avançado.

City perde muitas chances, mas consegue vitória tranquila

O primeiro tempo foi um festival de gols perdidos. Apesar disso, os visitantes  já mostravam quem mandaria no jogo. O City já começou pressionando bastante no ataque e as primeiras chances de abrir o placar vieram sem seguida: aos 8 minutos, quando Sterling recebeu cruzamento de Ferrán Torres mas, sozinho, mandou a bola para fora. Já aos 10', Rodri chegou batendo rasteiro para o gol e a bola saiu à direita do gol. Sterling teve mais uma chance aos 12' quando  recebeu na área, se livrou de dois marcadores e bateu de pé esquerdo, mas o goleiro espalmou para fora.

O Burnley só conseguiu chegar ao ataque aos 17 minutos, onde depois de uma bola alçada na área, Pieters dominou pela esquerda, cortou Fernandinho e caiu após o contato. Porém, o árbitro não marcou nada.

Um minuto depois, aos 18', Sterling teve mais uma grande chance  após De Bruyne colocar o camisa 7 na cara do gol. O atacante bateu cruzado e  Peacock-Farrel salvou. No contra-ataque, o Burnley chegou com Vydra, que recebeu lançamento na frente e arriscou chute na entrada da área, mas a bola passou à esquerda de Steffen.

Já aos 24', De Bruyne lançou a bola para Ferrán Torres livre nas costas da zaga, que finalizou dentro da área e jogou sobre o travessão. Aos 26', foi a vez de Palmer bater cruzado pelo lado direito e ver Peacock-Farrell fazer nova boa defesa.

O gol do City foi sair aos 34', com o próprio Sterling.  Laporte deu boa bola para Mendy, que cruzou da ponta esquerda e encontrou o camisa 7 na área, que  bateu de primeira, de pé esquerdo.

Ainda deu tempo para mais três lances de perigo para o Manchester City: aos 42, Sterling bateu colocado de fora da área, mas o goleiro defendeu; Aos 43, Mahrez cruzou pelo lado direito e encontrou Ferrán Torres livre de marcação no segundo pau; Já aos 45', Sterling recebeu na área, bateu de esquerda e jogou para fora.

O segundo tempo já trouxe um pouco mais de alívio aos Citizens. O segundo gol apareceu aos três minutos com Sterling.  Ferrán Torres cruzou e encontrou Sterling livre na pequena área, que teve tempo de dominar e colocar no canto. 

Aos 16', De Bruyne acionou Palmer, que se livra do goleiro e cruzou. Ferrán Torres bateu na direção do gol, mas carimbou a marcação. O primeiro chute ao gol do Burnley saiu um minuto depois, aos 17 do segundo tempo. Barnes dominou no peito após lançamento longo e bateu para o gol, mas a bola subiu muito e bateu no travessão de Steffen.

Porém, o que poderia virar esperança acabou pouco tempo depois do gol de Ferrán Torres, aos 19'.O espanhol recebeu toque de Sterling, entra na área pelo lado esquerdo e bateu no canto de Peacock-Farrell.

A movimentação foi bem menor no segundo tempo. Depois do 3 a 0, as únicas chances de gol foram com Sterling, aos 25', e Palmer, aos 28'. Já o Burnley conseguiu chegar com Taylor, aos 36', mas Steffen defendeu a cabeçada. 

  • statísticas

Apesar de jogar fora de  casa, o City teve 62% de posse de bola. Foram 15 finalizações, sendo que oito delas acertaram o gol. Só no primeiro tempo, foram 11 chutes dos citizens e cinco foram em direção ao gol de Peacock-Farrell. Já o Burnley finalizou nove vezes, acertando duas delas no gol. 

Próximos compromissos

Os dois times voltam a jogar pela Premier League no final de semana. O City visita o Leeds no próximo sábado (03), às 13h30. Um pouco mais tarde, às 16h, o Burnley enfrenta o Newcastle também fora de casa. 

VAVEL Logo