Após derrota para Getafe, Koeman reclama da arbitragem e de Nyom
Foto: Divulgação/Barcelona

O Getafe surpreendeu o Barcelona neste sábado (17). Jogando no Coliseum Alfonso Pérez, a equipe do subúrbio de Madrid fez 1 a 0 na equipe catalã, gol anotado por Jaime Mata, de pênalti, aos 11 minutos da segunda etapa. A arbitragem, de acordo com muitos, foi tema importante no decorrer da partida. Embora pouco tenha falado sobre a situação, Ronald Koeman, técnico dos visitantes, deixou escapar certa revolta ao tratar dos responsáveis pelo apito na partida válida pela quinta rodada de La Liga (Campeonato Espanhol) 2020/2021.

Na entrevista coletiva após a partida, Koeman começou desconversando. Depois, porém, desabafou ao citar o árbitro de vídeo. "Não gosto de falar do árbitro. Se ver o jogo, as faltas, as cartas... todos podem ter uma opinião. Não sei se tivemos VAR esta noite", comentou.

Outro caso que chamou atenção foi de Allan Nyom. O camaronês cometeu, ao todo, oito faltas durante todo o jogo - o Getafe, ao total, cometeu 20. Muitas delas, de acordo com muitos, duras. E o atleta recebeu, "apenas", um cartão amarelo. Mais do que isso: de acordo com Koeman, ele cometeu atos mais graves. "Eu disse a ele que o jogador 12 me mostrou desrespeito. Não vou repetir o que ele me disse", afirmou.

Na bola

Apesar de todas as situações, Ronald Koeman não deixou de falar sobre a atuação do Barcelona, sobretudo na metade final da peleja.

"Não entramos bem no segundo tempo. Perdas de bola, duas desvantagens perigosas, escanteios. Tivemos pouquíssimas chances, o melhor tempo foi o primeiro", finalizou Koeman. 

VAVEL Logo