Sem Cristiano Ronaldo e Dybala, Morata decide vitória da Juventus na estreia da Champions League
Foto: Divulgação / Juventus

A Uefa Champions League está de volta, meus amigos. Na tarde desta terça-feira (20), a  Juventus estreou visitando o Dínamo de Kiev, pelo grupo G. Com um empate amargo contra o Crotone na Serie A, o time de Andrea Pirlo precisava da vitória para garantir os três pontos  e ficar com a vida um pouco mais tranquila no grupo. 

Sem Cristiano Ronaldo e com Paulo Dybala começando no banco, quem decidiu para a Velha Senhora foi Álvaro Morata. O centroavante fez os dois gols do jogo no segundo tempo.  

Distribuição tática

Mircea Lucescu iniciou a partida com o Dínamo em um  4-3-3 com Bushcan no gol, a dupla Zabarnyi  e Mykolenko na zaga e Karavaev e Kedziora nas laterais. Enquanto  Buyalskyi, Sydorchuk Shaparenko formavam o trio de meio-campistas, criando as jogadas para a finalização de Carlos de Pena, Supryaga e Tsygankov.

Do outro lado, Andrea Pirlo estreou como treinador na Champions League com  a Juve no 4-4-1-1. Com Szczęsny no gol,  Bonucci  e Chiellini na zaga, enquanto Cuadrado e Danilo trabalhavam nas laterais. No meio-campo, Kulusevski, Bentancur, Rabiot e Chiesa criavam as jogadas e ajudavam na parte defensiva enquanto Ramsey aparecia mais a frente, ajudando o centro-avante Álvaro Morata.

Sem CR7 e Dybala, Morata resolve para a Juventus

Depois de quatro anos, o Dínamo de Kiev volta a  fase de grupos a Champions. O primeiro tempo dos atuais campeões ucranianos foi bem equilibrado, principalmente na posse de bola. Com 50% de posse, o time da casa finalizou três vezes, sendo que duas delas foram no gol de  Szczesny. Do outro lado, a Juve finalizou mais: dos seis chutes, três foram no alvo. Porém, Bushchan foi figura importante pra manter o 0 a 0 no primeiro tempo. 

A principal chegada do primeiro tempo foi aos 33', com Ramsey fazendo ótima jogada na esquerda e  cruzando rasteiro para Kulusevski. O goleiro defende à queima-roupa o toque de letra do sueco.

Os números da segunda etapa mostram que o Dínamo tentou ir para o jogo, mas a mira não estava muito boa. Das oito finalizações, somente duas foram no gol. Sorte dos italianos que, além dos 56% de posse de bola, conseguiram aproveitar três das quatro finalizações no gol. 

Apesar da falta de um finalizador como Cristiano Ronaldo e Paulo Dybala começando no banco, Álvaro Morata chamou a responsabilidade na segunda etapa e resolveu o jogo. Aos 46', Kulusevski chutou e o goleiro do Bushchan espalmou. No rebote, o centro-avante abriu o placar. Já aos 84', Cuadrado cruzou na área e o espanhol apareceu de cabeça para ampliar o placar.

Além de Morata, DaniloSzczesny e Cuadrado fizeram uma grande partida. Do lado ucraniano, Sydorchuk e  Mykolenko foram os destaques do Dínamo. 

Classificação e próximos jogos

Com a vitória, a Juve permanece no segundo lugar, perdendo no  saldo de gols para o Barcelona. Logo em seguida, o Dínamo permanece em terceiro, pois tomou menos gols do que o Ferencváros. Na próxima rodada da Champions, já na quarta-feira que vem (28), teremos a Juventus enfrentando o Barcelona em casa e o Dínamo visitando o  Ferencváros na Hungria.

Antes do jogo pela Champions, a Juventus enfrenta o Hellas Verona no domingo (25), no Allianz Stadium, enquanto o Dínamo enfrenta o Oleksandria no sábado (24).

VAVEL Logo