Solskjaer
aponta o que faltou ao United no empate sem gols diante do Chelsea: “Saudade
dos torcedores”
Foto: Reprodução/MUTV

Diferente do que se esperava, o clássico entre Manchester United e Chelsea decepcionou ao terminar em empate sem gols neste sábado (24). Em jogo realizado no Old Trafford, pela sexta rodada da Premier League, o resultado não agradou totalmente ambos os times.

Em entrevista pós-jogo, o técnico Ole Gunnar Solskjaer avaliou o desempenho do time mancuniano e fez elogios à defesa adversária, além de mencionar a saudade que sente dos torcedores em um canto muito especial do estádio: o Stretford End.

“Acho que [foram] duas equipes que jogaram na Europa esta semana. Acho que isso mostrou um pouco que a primeira metade não foi a melhor. Acho que no segundo tempo nós avançamos, e se o Stretford End estivesse cheio, poderíamos conseguir alguma ajuda e passar aquela bola por cima da linha. Acho que os pegamos na volta, criamos oportunidades meio decentes; um grande bloco de Thiago Silva e uma grande defesa do goleiro [no final]. Ele fez um par de defesas fantásticas de Marcus, então, no geral, foi um bom desempenho defensivo e criamos grandes chances suficientes, ou pelo menos as duas maiores, que poderiam ter nos dado a vitória.”

“Se tivéssemos tido aquele estádio e o Stretford End cheio, poderíamos ter criado mais pressão e mais urgência, porque isso estava faltando. Você está aqui assistindo ao jogo e é um esporte diferente, e com os torcedores aqui eles nos ajudam. Temos saudades deles, temos que dizer. É o mesmo para todos os times, mas acho que todos concordam que o futebol é um pouco menos, a vantagem se foi. Mal posso esperar para ter os torcedores de volta”, complementou.

O norueguês continuou comentando sobre a partida, porém com mais detalhes: “Começamos descuidados, mas acho que após cerca de 20-25 minutos e o resto do jogo, mantivemos mais posse de bola, criamos alguma pressão sobre eles sem muitas chances grandes demais.”

“Nós nos sentimos no controle. Eu realmente não senti, em momento algum, que eles estavam nos colocando muita pressão. Senti no segundo tempo que os pressionávamos, mas não tínhamos aquela vantagem extra para marcar um gol, além, é claro, das duas chances que Marcus criou. Só tenho que elogiar o goleiro, porque essas duas defesas são simplesmente fantásticas”, ressaltou.

Solskjaer elogiou o esquema tático do 3-4-3 do Chelsea no confronto: “Cada equipe tem suas próprias maneiras diferentes. Esse sistema com os três atacantes estreitos e os três zagueiros centrais, é sempre difícil de se jogar contra. Eles jogaram bem. Eles jogaram contra nós na última temporada da FA Cup e nos venceram, mas hoje eu pensei que éramos os mais próximos de vencer o jogo.”

Por fim, o treinador Red Devil respondeu diretamente o questionamento sobre van de Beek não jogar no time titular e enxergou os pontos positivos da difícil semana.

“Não se preocupe com isso; ele [van de Beek] terá seus jogos. É fácil dizer quem deve estar jogando e mais difícil dizer quem não deve. Você tem um clean sheet, alguma pressão e não sofreu derrota em casa. Você quer ganhar, claro que quer ganhar um jogo de futebol em casa, mas eu acho que é um desempenho sólido quando você pensa na semana que tivemos. Tivemos uma semana muito grande, com duas vitórias e um empate.”

Com o resultado, o Manchester United se encontra na 15ª colocação, com sete pontos em cinco jogos. O próximo jogo será diante do RB Leipzig na quarta-feira (28), no Old Trafford, às 17h, pela segunda rodada da Uefa Champions League.

VAVEL Logo