Apesar de empate, treinador Stefano Pioli elogia atuação do Milan: "Satisfeito com desempenho"
Foto: Divulgação/AC Milan

A partida que encerrou a quinta rodada do Campeonato Italiano foi bem animada, movimentada, algo esperado de quem acompanha um jogo de tamanha grandeza como Milan x Roma. O confronto foi disputado no Estádio San Siro, em Milão, onde a equipe da casa abriu três vezes vantagem no placar, mas cedeu empate aos romanistas. O resultado de 3 a 3 não foi bom para ambos, mas os rossoneri permanecem na liderança do calcio, invictos.

Após o jogo, o técnico Stefano Pioli expôs sua avaliação sobre o jogo e afirmou que, apesar do tropeço em casa, o resultado em si não foi de todo o mal. Embora evidentemente ache que a vitória seria melhor, mas o desempenho agradou o treinador. O comandante rubro-negro deixou bem claro como está o ambiente do grupo e exaltou as boas qualidades da Roma.

“Volto para casa satisfeito com o desempenho, mas não temos que olhar para a tabela. Não podemos esconder que os jogadores não ficaram satisfeitos. Jogamos contra um adversário forte. Eles usaram bolas paradas melhor do que nós. Este é o caminho certo, a atuação nos dá mais convicções. Existe um ambiente positivo, cheio de harmonia. Damos o nosso melhor todos os dias. Gosto de enfatizar o espírito de equipe, é um grupo generoso. Não estamos atrás de ninguém em termos de determinação. Devemos continuar com essa atitude”, falou.

Pioli não quis comentar sobre a arbitragem, bastante questionada ao marcar um pênalti para cada lado bem duvidoso. Em contrapartida, continuou sobre a análise do que pode ser melhorado em seus comandados, além de lamentar a ausência de dois jogadores por contaminação do novo coronavírus e ter o San Siro vazio – na Itália, os jogos tinham capacidade de receber até 1 mil torcedores, mas, com o novo avanço do coronavírus, os estádios tiveram a entrada de público proibida.

“Às vezes, forçamos muito no primeiro tempo e algumas opções não ficaram claras. Bastava mover a bola um pouco mais para criar espaços. Podíamos ter feito isso melhor, mas sempre tentamos ser perigosos. Poderíamos ter marcado mais gols, mas não podemos nos esquecer que enfrentamos a Roma. Estamos crescendo, vamos precisar de todos os jogadores, temos qualidade para seguir em frente em todas as competições. Faltou um pouco de precisão técnica quando estávamos no controle do jogo. Nós somos testados todos os dias e essa situação (coronavírus) está afetando a todos. Estamos fazendo o nosso melhor, seguindo as regras e o clube nos ajuda. É um momento muito difícil para todos. É muito importante continuar a jogar para proporcionar diversão aos torcedores. Mil torcedores não é um público elevado, mas hoje sentimos a diferença. É triste ouvir apenas a minha voz ou a dos jogadores”, concluiu.

Foto: Divulgação/AC Milan
Foto: Divulgação/AC Milan

Destaque no clássico, Rafael Leão deu duas assistências – no primeiro e no terceiro gols – e também falou sobre seu desempenho na partida. Embora o time não tenha vencido e tenha manifestado decepção por isso, o atleta de 21 anos destacou o trabalho intenso dos jogadores nos treinamentos e nos jogos, além de exaltar Ibrahimovic, autor de dois tentos.

“É uma pena não termos vencido. Criamos muitas chances de gol. Queremos vencer todos os jogos, queremos continuar no topo da tabela, mas eu estou decepcionado porque fizemos de tudo para ganhar o jogo. Estamos focados, queremos seguir nosso caminho e permanecer na liderança. Ibrahimovic é um exemplo para todos nós. Estou feliz com a forma como a equipe está jogando e estou feliz por ele ter marcado. Sempre tento ajudar a equipe, mas hoje estou decepcionado porque não vencemos”, afirmou.

Com o resultado, o Milan permanece invicto na liderança da Serie A, com 13 pontos, mas perdeu o máximo aproveitamento na competição. O time rubro-negro volta a entrar em campo na próxima quinta-feira (29), às 14h55, quando enfrenta o Sparta Praga no San Siro, pela Uefa Europa League. Pelo Campeonato Italiano, o próximo confronto será contra a Udinese no Estádio Friuli, em Udine/ITA, às 8h30 do domingo (1º).

VAVEL Logo