Liverpool melhora no segundo tempo, vence Midtjylland e lidera  grupo D na Champions 
Reds seguem 100% na Champions (Divulgação/Liverpool)

O Liverpool cumpriu seu dever de casa, bateu o Midtjylland, por 2 a 0, e agora lidera de forma o grupo D da UEFA Champions League. A partida, realizada nessa terça-feira (27), em Anfield, contou com os gols de Diogo Jota e Salah, todos no segundo tempo. 

 

 

Primeiro tempo

A equipe dinamarquesa surpreendeu e fez a primeira chegada. Após um bom lançamento que pegou a defesa dos Reds dando mole, Dreyer ficou cara a cara com Alisson, mas o meio atacante errou o tempo do chute, facilitando a vida do goleiro que segurou com tranquilidade. 

Sem seus jogadores de renome, como Salah, Mané, Firmino e Thiago, os donos da casa tiveram grandes dificuldades para estabelecer o ritmo dominante que era esperado. A nova formação  4-2-3-1, fez com que o time de Klopp tivesse mais de 70% de posse de bola durante a primeira etapa, mas apresentou muitos erros no setor criativo, o que gerou, como consequência, poucas finalizações, sendo que nenhuma foi em direção ao gol.

Para piorar a situação dos ingleses, Fabinho, que estava jogando na zaga, teve que ser substituído pelo jovem Rhys Williams, após sentir uma lesão na perna. Vale lembrar que o outro titular, Virgil van Dijk, ficará de fora de todo o resto da temporada, após romper o ligamento cruzado do joelho no jogo contra o Everton, pela Premier League.

Fabinho se torna mais uma preocupação para o Liverpool (Divulgação/Twitter)
Fabinho se torna mais uma preocupação para o Liverpool (Divulgação/Twitter)

Segundo tempo

Sem mudar o desenho tático, o Liverpool parecia que apresentaria os mesmos problemas da etapa inicial. Mas, em um lance de trabalho em equipe, Diogo Jota deixou o dele, abrindo o placar. A jogada começou na esquerda, chegou em Alexander-Arnold, que tabelou com Shaqiri, furando a retranca adversária, e cruzou para o camisa 20 só empurrar para o fundo das redes. 

Mesmo com a vantagem, os Liverbirds não atacavam. Para resolver isso, Klopp foi aos poucos colocando os jogadores do consagrado trio titular. Salah e Mané entraram juntos aos 14' e Firmino aos 34', transformando a formação no 4-3-3 clássico.

Mas a retranca do Midtjylland se manteve firme. Correndo sem a bola, a estratégia era a de contra-ataque a partir de bolas longas e cruzamentos. Após sofrer o gol, a equipe passou a jogar no 4-1-4-1, com Luca Pfeiffer, o alemão de 1,96m, como referência na área. No fim, Dreyer quase empatou o jogo, passando por Joe Gomez e encobrindo Alisson, mas acertando a rede pelo lado de fora. 

No momento que os visitantes deram espaço, os mandantes exploraram os espaços. Nos acréscimos, Salah recebeu sozinho, em um contra-ataque mortal, e foi derrubado pelo lateral Paulinho. O próprio egípcio foi para cobrança, bateu forte no canto esquerdo e matou o confronto. 

   

 

Destaque do jogo: Alexander-Arnold

Teve ótima movimentação durante todo do jogo e incomodou tanto defensivamente quanto ofensivamente. Em um primeiro tempo com todo o time apagado teve dificuldades criativas, principalmente nos cruzamentos, mas era a partir dele que os Reds faziam a transição para o ataque.

Melhorou na etapa final, foi o primeiro a furar a defesa adversária e deu a assistência para o gol de Jota.  Ganhou duas de três dividas, acertou 80% dos passes e criou quatro oportunidades reais de gol, o maior em todo o confronto.

(Divulgação/Twitter)
(Divulgação/Twitter)

Próximos confrontos

O Midtjylland enfrenta, no sábado, o Nordjaelland, pela Superliga Dinamarquesa, enquanto o Liverpool, no mesmo dia, joga contra o West Ham, novamente em casa, pela Premier League. As partidas serão 12h e 14h30, consecutivamente. 

VAVEL Logo