Brasileiros e argentinos dominam lista de elencos mais caros nas oitavas da Libertadores; confira
Foto: Divulgação / Conmebol

O mata-mata da Libertadores já bate na porta do calendário sul-americano, e os clubes apostam na força de seus respectivos elencos para conquistar a tão sonhada glória eterna. No entanto, você sabe quais são os times que têm o plantel mais caro destas oitavas de final da competição? Elencamos aqui as 10 equipes mais valiosas de acordo com dados do site especializado em mercado futebolístico Transfermarkt.

No topo da lista, o atual campeão lidera, seguido do atual vice-campeão. Ou seja, os dois finalistas do ano passado da Libertadores são os elencos mais caros da atual edição. É um grande exemplo do domínio brasileiro e argentino. Confira o ranking:

1º Flamengo (Brasil)
€ 123,5 milhões (R$ 813,9 milhões)

2º River Plate (Argentina)
€ 106,1 milhões (R$ 698,5 milhões)

3º Palmeiras (Brasil)
€ 96,9 milhões (R$ 638 milhões)

4º Boca Juniors (Argentina)
€ 84,7 milhões (R$ 556,2 milhões)

5º Grêmio (Brasil)
€ 83,1 milhões (R$ 542 milhões)

6º Internacional (Brasil)
€ 61,65 milhões (R$ 411,2 milhões)

7º Athletico Paranaense (Brasil)
€ 54,6 milhões (R$ 360,4 milhões)

8º Santos (Brasil)
€ 54 milhões (R$ 335,9 milhões)

9º Racing (Argentina)
€ 39,2 milhões (R$ 257 milhões)

10º Libertad (Paraguai)
€ 25,5 milhões (R$ 158 milhões)

Além desses dez primeiros, Club Guaraní (Paraguai), LDU (Equador), Independiente del Valle (Equador), Nacional (Uruguai), Delfin (Equador) e Jorge Wilstermann (Bolívia) completam a lista, respectivamente, dos elencos mais caros das oitavas de final da competição continental.

VAVEL Logo