Com gol de Carrasco, Atlético de Madrid bate Barcelona em LaLiga pela primeira vez na era Simeone
Foto: Divulgação/Atlético de Madrid

No último sábado (21) o Atlético de Madrid recebeu no Wanda Metropolitano o Barcelona, em jogo válido pela 10ª rodada de LaLiga.

E em casa, pela primeira vez na era Simeone, os colchoneros venceram o Barça no campeonato espanhol. O gol da partida foi de Carrasco.

Estratégias

Simeone não pode contar com Suárez no clássico contra o ex-time do camisa nove, então armou o time com mobilidade na frente, sem um nove fixo. A primeira linha era formada por Trippier, Savic, Giménez e Hermoso. A segunda tinha Llorente, Koke, Saúl e Carrasco. E na frente, sem o camisa nove, estavam Correa e João Félix.

Koeman não tinha Busquets, lesionados, então armou um time com um meio de campo leve. A linha de defesa tinha Sergi Roberto, Piqué, Lenglet e Alba. Fazendo a saída de jogo tinham De Jong e Pjanic. A linha de três na frente do meio era formada por Dembélé, Messi e Pedri, com Griezmann no ataque, dando mobilidade

A partida

A primeira jogada de perigo foi pela direita, quando Dembélé desceu para a linha de fundo aos dois minutos e cruzou para Griezmann desviar na primeira trave e mandar por cima do gol.

A reposta do Atleti foi também pelo mesmo lado do campo, com uma descida de Hermoso, que tocou para trás e Saúl chegou batendo forte para uma belíssima defesa de Ter Stegen! Aos 11 Correa, após uma boa jogada trabalhada, achou Llorente na área, que bateu forte e acertou o travessão.

Com 40 minutos Alba recebeu a bola na esquerda e achou Messi na área, pela esquerda, mas ele bateu em cima de Oblak.

O jogo seguia morno e com poucas chances até uma saída rápida do Atleti, após um erro de Piqué. A bola sobrou para Correa no campo de defesa, que lançou Carrasco na esquerda. Ele tirou Ter Stegen na intermediária e bateu pro gol vazio, abrindo o placar no apagar das luzes!

O Barcelona, como de costume, somou 59% de posse de bola, contra 41% do Atlético de Madrid, tendo assim por mais tempo a bola. Mas a efetividade dos contra ataques dos donos da casa foi maior, com quatro chutes a gol, acertando dois, contra dois chutes dos visitantes, que acertaram um.

A segunda etapa seguiu como a primeira: Barcelona pressionando e o Atlético se defendendo. Aos 11, em um cruzamento de Messi, Lenglet conseguiu subir mais que a defesa e cabecear em cima de Oblak. Aos 43 minutos Sergi Roberto bateu de longe e, com um desvio, mandou para fora com perigo.

E assim seguiu o jogo, sem grandes chances, com a pressão blaugrana e os contra-ataques colchoneros. Coutinho e Diego Costa entraram por opção, Dest por lesão de Piqué. Mas isso pouco mudou a partida.

O segundo tempo manteve a mesma posse de bola praticamente: 55% x 45%, mas o Atleti chegou às nove finalizações, contra 13 do Barcelona, que acertou quatro delas.

Classificação e próximos jogos

Com o resultado o Atlético de Madrid chegou aos 20 pontos e igualou a Real Sociedad na briga pela liderança da competição, mesmo tendo dois jogos a menos. Já o Barcelona se mantém com 11 pontos e na 10ª colocação, apesar dos oito jogos.

Ambos os times voltam a jogar pela quarta rodada da fase de grupos da Champions League. O Barça joga na terça-feira (24), às 17h, quando encara o Dínamo. Já o Atleti joga na quarta-feira (25), às 17h, quando recebe o Lokomotiv.

VAVEL Logo