Bayern vence Salzburg, mantém 100% e vai às oitavas de final
Foto: reprodução Bayern

Depois de vencer por 6 a 2 na Áustria, o Bayern  de Munique recebeu o RB Salzburg sabendo que uma vitória os deixaria em uma posição muito confortável para avançar no torneio e contou com um baixo aproveitamento dos seus oponentes nas suas finalizações para sair com uma confortável vitória por 3 a 1. Ao final da partida, o Salzburg estava com um índice de xG (expectativa de gols) de 3,50 gols e o Bayern, de 1,37.

Intensidade dos dois lados

O jogo começou intenso, com as duas equipes buscando o ataque através de passes rápidos e jogas em velocidade. Apesar da superioridade técnica do Bayern, aos 5’ a posse de bola estava exatamente dividida em 50%-50% e a primeira chegada de perigo efetivo aconteceu apenas aos 15’, quando após erro de saída de bola de David Alaba, Mergim Berisha e Dominik Szoboszlai, no rebote, conseguiram finalizar para defesa fácil de Manuel Neuer.

Aos 25’, o Bayern já tinha mais posse de bola, mas o Salzburg contava mais chutes ao gol (4, sendo que 3 foram no alvo) e logo criariam a melhor chance do primeiro tempo, aos 34’, quando Szoboszlai recebeu de Berisha sozinho na frente do Neuer, mas chutou para fora.

Aos 42’, o favorito a vencer o prêmio de melhor jogador do Mundo, Robert Lewandowski, recebeu na área, fez a pivô e passa para Müller, que finalizou para a defesa do goleiro Stankovic. No rebote, o polonês abriu o placar após ter se reposicionado rapidamente.

Muitos chutes, pouca eficiência

O Salzburg voltou para o segundo tempo buscando o empate e chegou a finalizar duas vezes nos primeiros cinco minutos, mas aos 52’, Leon Goretzka recuperou a bola do Szoboszlai no meio campo e na sequência da rodada, Kingsley Coman chuta e conta com desvio em Maximilian Wöber para ampliar o placar para o time da casa.

Após 1h de jogo, o Salzburg tinha seis chutes no alvo contra três do Bayern, que por sua vez contava com 63% de posse de bola. Os austríacos não conseguiam aproveitar as chances que criavam e os austríacos também erravam muitos passes

Aos 66’, Marc Roca, meio campista do Bayern, foi expulso, mas mesmo com um a menos, os bávaros conseguiram se aproveitar de mais um erro de saída de bola do Salzburg e avançaram pela esquerda depois de Lewandowski acionar Coman pela ala. Na sequência, o francês cruzou e Leroy Sané cabeceou para o gol, fazendo 3 a 0. 

Nas ocasiões em que o Salzburg chegava, parava nas mãos de Manuel Neuer, que também no segundo tempo, fez várias defesas em sequência para impedir que os austríacos descontassem a vantagem do placar. Ao todo, foram dez defesas do arqueiro alemão, sendo que sete delas foram feitas de dentro da área. Foi apenas aos 74’ que o Salzburg fez seu gol de honra, quando Rasmus Kristensen fez bom passe para Berisha finalmente descontar.

Apesar de estar com um jogador a menos, o Bayern manteve a superioridade na posse de bola e contou com o baixo aproveitamento do Salzburg para chegar à quarta vitória em quatro jogos na atual edição da Champions League. Com o empate entre Atlético de Madri e Lokomotiv Moscou, os alemães garantiram a sua classificação para as oitavas.

VAVEL Logo