Internazionale
não aproveita fator casa, sofre com domínio do Real Madrid e amarga derrota 
Foto: Divulgação/Real Madrid 

Em confronto polêmico, Internazionale de Milão e Real Madrid se enfrentaram nesta quarta-feira (25), no Giuseppe Meazza, em jogo válido pela quarta rodada do Grupo B da Uefa Champions League. Hazard e Hakimi (contra) marcaram os gols dos espanhóis na partida. Por parte dos italianos, Vidal foi expulso e deixou a Inter com um jogador a menos em campo.

Inter de Milão em péssimo dia

Um dos preferidos esquemas de Antonio Conte, o 3-5-2 foi usado para escalar os Nerazzurri para o duelo. Skriniar, de Vrij e Bastoni auxiliaram o goleiro Handanovic na defesa, enquanto Hakimi, Barella, Vidal, Gagliardini e Young movimentaram o meio-campo. No ataque, a dupla que causa medo no adversário: Romelu Lukaku e Lautaro Martínez.

Tanto o primeiro quanto o segundo tempo, a Inter de Milão ficou devendo boa atuação nos 90 minutos. Irreconhecível e apática, a equipe italiana permitiu ser facilmente dominada pelo adversário, o que deu a sensação do Real Madrid ser o mandante da partida. Os números não mentem: 37% de posse de bola, cinco finalizações (somente uma no alvo) e 480 passes (417 certos).

Pesou também a expulsão de Arturo Vidal aos 33, que após ser derrubado na área, o chileno ficou inconformado com a não marcação de pênalti por parte do árbitro Anthony Taylor e do VAR e exagerou nas reclamações. Como consequência, prejudicou os italianos no jogo, que precisaram reforçar a atenção na defesa e resistir à pressão madridista.

Real Madrid com jogo favorável em mãos

O técnico Zinédine Zidane escalou o Real Madrid no 4-2-3-1: Courtois no gol, Varane e Nacho Fernández na defesa, Carvajal e Mendy nas laterais. Modric e Kroos jogaram mais recuados, enquanto Lucas Vázquez, Odegaard e Hazard jogaram mais avançados no meio-campo. No ataque, Mariano Díaz foi o único na posição.

Os madridistas não precisaram fazer muito esforço para construir a boa vantagem por 2 a 0, pois aos sete minutos, Hazard converteu pênalti em falta que Barella cometeu em Nacho na grande área e inaugurou o marcador. O goleiro adversário acertou o canto, mas não conseguiu evitar o gol.

O placar foi ampliado aos 59, em jogada que começou com Kroos e parou nos pés de Rodrygo, que entrou no decorrer do segundo tempo, empurrar ao fundo das redes. O tento, porém, foi creditado como gol contra do lateral Hakimi.

Jogando com um a mais, o Real Madrid praticamente sufocou o time da casa e na partida, ao todo, somou 63% de posse de bola, 14 finalizações (cinco no alvo), seis escanteios a favor, três grandes chances e 794 passes (733 certos), além de uma bola carimbada na trave na primeira etapa. A equipe espanhola não fez fantástica atuação, contudo fez o suficiente para sair com os três pontos e pressionou, não se acomodando em nenhum momento.

Classificação e próximos compromissos

Com o resultado, o Real Madrid ocupa a vice-liderança do Grupo B, com sete pontos, atrás do líder Borussia Mönchengladbach, que possui oito pontos, enquanto a Inter de Milão se encontra na lanterna, com somente dois pontos.

Em seus respectivos campeonatos nacionais, os italianos visitam o Sassuolo no sábado (28), às 11h, e os espanhóis, por sua vez, recebem o Alavés no mesmo dia, porém às 17h.

VAVEL Logo