Em jogo movimentado, Firmino decide no fim e Liverpool volta a liderar Premier League
Foto: Divulgação / Liverpool

Que jogão! Válido pela 13ª rodada da Premier League, Liverpool e Tottenham fizeram de Anfield Road o palco de uma batalha pela liderança do campeonato na tarde desta quarta-feira (16). Com estratégias completamente diferentes, Jürgen Klopp buscou mais os gols e teve mais chances, enquanto José Mourinho apelava para os contra-ataques fulminantes, principalmente com Heung-Min Son  no comando. 

Apesar da grande atuação de Hugo Lloris, que defendeu nove finalizações dos Reds, os donos da casa saíram com a vitória por 2 a 1  e a liderança da Premier League. Os gols foram marcados por Salah e Roberto Firmino. Do lado dos Spurs, quem marcou foi Son.

Distribuição tática

Começando pelos donos da casa, Jürgen Klopp colocou tudo o que tinha de melhor  em campo, escalando um Liverpool em um 4-3-3. Com Alisson no gol, Fabinho e Rhys Williams fizeram a dupla de zagueiros enquanto Trent Alexander-Arnold e Robertson trabalhavam nas laterais. No meio de campo, Wijnaldum, Henderson e Curtis Jones criavam as jogadas para abastecer o trio Salah, Firmino e Mané no ataque.

Defendendo a liderança da Premier League, José Mourinho montou um Tottenham em um 4-4-2. Com Lloris no gol, Alderweireld e Dier na zaga e Aurier e Ben Davies completando a defesa. No meio-campo, Sissoko, Hojbjerg, Giovani Lo Celso e Bergwijn trabalhavam a dupla em ótima fase formada por Heung-Min Son e Harry Kane.

Firmino decide nos acréscimos e Liverpool retoma a liderança da Premier League

A disputa pela liderança da Premier League mostrou que será bem disputada e o jogo de hoje é a maior prova disso. Em um Anfield com pouco menos de 2 mil torcedores, o time de Klopp buscava os três pontos para retornar a liderança do campeonato inglês. E foi isso que mostrou no primeiro tempo. 

Com menos de um minuto, Alexander-Arnold teve a primeira chance de abrir o placar, com um chute de fora da área. Já aos 10', Firmino cabeceou, mas Lloris fez uma bela defesa. A primeira chance dos Spurs foi aos 17', quando Sissoko tentou puxar o contra-ataque, mas Harry Kane foi desarmado pela defesa.

O placar saiu do zero aos 25 minutos, quando Salah encontrou uma sobra na área e bateu de primeira. Após desviar em Dier e Alderweireld, a bola subiu muito e atrapalhou Lloris.

Os primeiros 30 minutos de jogo mostraram que o Liverpool era melhor e com sobra. A única chance que o Tottenham tinha era a de Harry Kane. Não tinha nenhuma finalização ao gol de Alisson. Isso mudou aos 32'. Em um contra-ataque fulminante,  Lo Celso tocou para Son e o sul-coreano entrou na área livre de marcação e chutou no canto direito do goleiro Alisson. 

Os números do primeiro tempo mostrou um Liverpool melhor em 99% do tempo, mas foi preciso de 1% para o Tottenham empatar. Com 78% de posse de bola, o Liverpool fuzilou o gol adversário em sete de oito finalizações. Já os Spurs conseguiram finalizar somente uma vez no gol de Alisson. O grande nome da partida até então era Hugo Lloris, que defendeu seis dos chutes dos Reds. 

Os primeiros minutos do segundo tempo mostrou que José Mourinho queria uma atitude diferente nos 45 minutos finais. Com menos de um minuto de jogo, Bergwijn já chegava ao gol de Alisson de cabeça. Harry Kane também teve duas chances de virar o jogo com menos de 10 minutos. 

Após os melhores momentos do Tottenham na partida, a primeira chance do Liverpool no segundo tempo veio com Salah, aos 23'. O egípcio  invadiu a área, mas chutou fraco de perna direita. O lance que decidiu o jogo e colocou o sorriso de orelha a orelha nos torcedores em Anfield partiu de um cruzamento de Robertson, onde Roberto Firmino deu de cabeça e garantiu a vitória suada dos Reds, já aos 90'. 

Os números do segundo tempo mostram que o Tottenham não precisou da posse de bola para melhorar bastante do primeiro tempo. Apesar dos 27% de posse de bola, foram sete finalizações. Porém, ao contrário da pontaria certeira do time mandante, somente uma delas foi no gol de Alisson. Do lado do Liverpool, foram nove finalizações quatro no gol de Lloris, que salvou o Tottenham de sofrer ainda mais. 

Classificação e próximos jogos

A vitória dos Reds movimenta a parte de cima da Premier League. O Liverpool assume a liderança, com 28 pontos em 12 jogos. Na cola, vem o Tottenham com 25.

Na próxima rodada da Premier League, o Tottenham recebe o  Leicester no domingo (20), às 11h15. Já no sábado (19), às 9h30, o Liverpool enfrenta o Crystal Palace fora de casa. 

VAVEL Logo