Apesar de amplo domínio, Leverkusen tropeça no Werder Bremen em briga pela liderança
Foto: Divulgação / Bayer 04 Leverkusen

Tudo igual na BayArena. Em jogo válido pela 15ª rodada da Bundesliga, o Bayer Leverkusen recebeu o Werder Bremen na manhã deste sábado (9). Com a derrota do Bayern de Munique ontem, o time de Peter Bosz precisava dos três pontos para se aproximar ainda mais do líder. Já o Bremen precisava da vitória para se afastar da zona da degola, já que o Arminia Bielefeld - primeiro time na zona de rebaixamento, está apenas cinco pontos de distância do time de Florian Kohfeldt.

Apesar da ampla dominância do Bayer em quesito de posse de bola e finalizações, o time não conseguiu transformar em gols. Os dois gols da partida saíram no segundo tempo e quem abriu o placar  foi o Bremen, com Toprak. Porém,  Schick empatou para os donos da casa.

Bayer Leverkusen não aproveita chances e fica no empate contra o Werder Bremen

Bayer Leverkusen e Werder Bremen precisavam da vitória para acabar com a sequência negativa. No caso do time da casa, foram duas derrotas seguidas. No caso do Bremen, foi só uma, mas são apenas três vitórias no campeonato. 

A primeira etapa do jogo já mostrava um Leverkusen completamente dominante. Além dos 70% de posse de bola, foram cinco finalizações. O problema era que três delas foram pra fora e apenas uma acerou o gol de Pavlenka. Do outro lado, nada. Nenhuma finalização. O Bremen não conseguia nem armar os contra-ataques. Porém, se defendia muito bem, principalmente com Toprak.

No segundo tempo, tudo mudou. O Leverkusen tentou sair mais, o Bremen teve que se defender melhor e teve que sair pro jogo, coisa que não fez na primeira etapa.  E isso foi mostrado logo no início da segunda etapa: Toprak abriu o placar aos 52', com assistência de Augustinsson e provou mais uma vez que a lei do ex existe sim. O zagueiro ficou de 2011 a 2017 nos leões. Porém, aos 70', o Leverkusen chegou ao empate com o gol de  Schick e assistência de Lucas Alario, que tinha acabado de entrar.

A segunda etapa do jogo foi mais equilibrada que a primeira. Apesar dos 76% de posse de bola dos donos da casa, foram sete finalizações e duas delas no gol de Pavlenka. Do outro lado, o Bremen finalizou duas vezes e acertou uma no gol de Hrádecky.

Apesar dos dois gols e dos números terem melhorados no segundo tempo, o número de faltas também cresceu bastante. O jogo terminou com 35 faltas no total, sendo que 24 delas só para o Bayer Leverkusen. Além dos dois cartões amarelos para cada lado, o Bremen teve que cortar 40 vezes a bola da sua área defensiva. Apesar de não aparecer tanto no ataque, a defesa funcionou muito bem, obrigado. 

Classificação e próximos jogos

O empate foi ruim para os dois times. Do lado do Leverkusen, o time segue na terceira posição, com 29 pontos e vê o Borussia Dortmund se aproximando com 28.  Já do lado alviverde, os cinco pontos de distância continuam não sendo suficientes para aliviar a pressão. 

Na próxima rodada da Bundesliga, que já começa no próximo sexta (15), o Bayer Leverkusen enfrenta o Union Berlin fora de casa às 16h430 (horário de Brasília).No dia seguinte, sábado (16), a Werder Bremen recebe o Augsburg às 11h30.

VAVEL Logo