Com
objetivos diferentes, Lazio e Roma se enfrentam no Derby della Capitale
Foto: Divulgação/Lazio

Um dos principais clássicos do futebol italiano, principalmente da capital italiana, Lazio e Roma abrem a 18ª rodada da Serie A nesta sexta-feira (15), no Estádio Olímpico de Roma, às 16h45, em mais um confronto entre as equipes no Derby della Capitale.

Vindo de dois triunfos consecutivos sobre Fiorentina e Parma, a Lazio quer manter a boa sequência para se aproximar das primeiras colocações do campeonato. Os biancocelesti ocupam a oitava colocação, com oito vitórias, quatro empates e cinco derrotas, o que os fez ter 28 pontos em 17 partidas.

Após empate em 2 a 2 diante da rival Internazionale no último domingo (10), a Roma terá outro jogo difícil pela frente. Atualmente na terceira colocação, os giallorossi somam 34 pontos, sendo 10 vitórias, quatro empates e três derrotas em 17 jogos. A vitória será crucial para não deixar o Milan se distanciar na ponta da tabela, que mantém seis pontos de vantagem na liderança, além de torcer por tropeço dos adversários.

No último confronto entre os times, a partida terminou empatada em 1 a 1 em 26 de janeiro de 2020, há quase um ano, com gols marcados por Dzeko e Acerbi. No retrospecto geral, a igualdade prevalece: 62 empates, 61 vitórias da Roma e 44 vitórias da Lazio.

Desafio muito importante

Em entrevista coletiva, o técnico Simone Inzaghi ressaltou a importância do Derby della Capitale e quão motivados estarão os dois clubes em busca da vitória. A Lazio, particularmente, quer engatar a terceira vitória consecutiva.

“Todos sabemos o que o derby representa em Roma. Ambas as equipes vão querer fazer bem e para nós será um desafio muito importante dar continuidade às duas últimas vitórias alcançadas. Nos últimos dias, vi nos olhos dos garotos a consciência do que está em jogo amanhã à noite. Os torcedores não estarão fisicamente no Olímpico, mas estarão lá com o coração, o mesmo coração que nós deveremos colocar no jogo”.

O comandante também elogiou o rival, porém sem tirar atenção de sua equipe: “A Roma é uma excelente equipe. Está indo bem na liga, tem um grande treinador, tenho muito respeito pelo Fonseca e eles têm alguns talentos individuais. Mas não somos diferentes: precisaremos correr, ser agressivos e determinados. Em jogos como este não se pode cometer erros, teremos que limitar a qualidade de nossos adversários”.

“Estamos nos preparando para a partida até o último detalhe, assim como nossos adversários estarão. Estamos nos concentrando em ambas as fases, tanto quando temos a bola como quando temos que defender. Em termos de motivação, conseguir os três pontos amanhã seria muito importante: estamos um pouco atrasados na classificação. Até agora não conseguimos ganhar três jogos seguidos e seria muito importante para nós fazer isso”, complementou.

Simone Inzaghi não poderá contar com os lesionados Strakosha, Proto e Cataldi, enquanto Correa e Fares são dúvidas para o confronto. Por outro lado, o meia Lulic, que ficou onze meses afastado por lesão, está à disposição.

Provável escalação da Lazio (3-5-2): Pepe Reina; Luiz Felipe, Acerbi, Radu; Lazzari, Milinkovic-Savic, Lucas Leiva, Luis Alberto, Marusic; Caicedo e Immobile.

Não pode faltar agressividade

Assim como a Lazio, a Roma também se preparou para o jogo e o treinador Paulo Fonseca destacou que não pode faltar ‘agressividade’ em campo, além de ser questionado se pode repetir a escalação do último jogo contra a Internazionale, que respondeu: “Amanhã vamos descobrir”.

No último confronto, o português optou por Cristante e Veretout para bloquear as jogadas de Milinkovic-Savic e Luis Alberto. Perguntado se usará a mesma estratégia, o comandante argumentou: “Esta é uma pergunta inteligente, tática, para entender quem vai jogar amanhã. Posso dizer que, comparado a um ano atrás, temos um sistema de jogo diferente. De quatro a três em defesa. Sabemos que esses dois jogadores são importantes para eles. Eles são dois jogadores muito fortes, mas eles também têm outros jogadores muito fortes, especialmente no ataque. Eles têm trabalhado com seu forte coletivo em mente, assim como com a individualidade”.

Paulo Fonseca não poderá contar com Zaniolo, Calafiori, Mirante e Santon, que estão lesionados.

Provável escalação da Roma (3-4-2-1): Pau López; Ibañez, Smalling e Mancini; Karsdorp, Cristante, Veretout, Spinazzola; Pellegrini e Mkhitaryan; Dzeko.

VAVEL Logo