Sevilla mata Valencia no primeiro tempo e elimina rival da Copa do Rei
Divulgação/Sevilla FC

Enquanto luta pelo rebaixamento no Campeonato Espanhol, o Valencia sofreu mais um golpe nesta quarta-feira (27), quando foi eliminado nas oitavas de final da Copa do Rei ao levar um 3 a 0 do Sevilla no Estádio Ramón Sánchez Pizjuán.

Como a situação em LaLiga é delicada, o time visitante preservou nomes como Gayà, Carlos Soler e Maxi Gómez, mas a estratégia do técnico Javi Gracia não deu certo, tanto que o Sevilla abriu 3 a 0 logo no primeiro tempo.

Julen Lopetegui também escalou um time misto, com a defesa titular e mudanças do meio pra frente, poupando nomes como o volante brasileiro Fernando e os atacantes Lucas Ocampos e En-Nesyri, mas quem entrou deu conta do recado. Um deles foi Luuk de Jong, que marcou dois gols num intervalo de 13 minutos, sendo o primeiro de cabeça ao escorar um escanteio cobrado por Acuña.

O Valencia respondeu com dois chutes de fora da área de Koindredi e Jason, sendo que a primeira tentativa foi sem direção e na outra a bola Bono pegou sem sustos no meio do gol.

Na sequência, uma troca de passes que envolveu todos os 11 jogadores do Sevilla, a bola chegou até o pé direito do camisa 9 rojiblanco, que não perdoou. Este foi o sexto gol do atacante nascido nos Países Baixos em 27 jogos na temporada 2020-21.

Cinco minutos depois Rakitic esbanjou a categoria digna de um camisa 10 para fazer o terceiro. Ele recebeu na entrada da área e encobriu o goleiro Cristian Rivero. O croata teve outra boa chance no início do segundo tempo, quando ficou de frente para o gol e bateu rasteiro, mas a bola passou à esquerda.

Javi Gracia fez logo duas substituições na etapa final, colocando Esquerdo e Molina nos lugares de Gabriel Paulista e Racic, mas a equipe não conseguia construir jogadas para incomodar Bono. As duas bolas que foram na direção do gol saíram em chutes de longa distância de Daniel Wass e Lee Kang-In, mas o goleiro do Sevilla levou a melhor em ambas vezes.

Apesar da vantagem, Lopetegui manteve a postura ativa à beira do gramado orientando os jogadores.

Além de Rakitic, Jordán também perdeu boa oportunidade no segundo tempo ao desviar um cruzamento de Acuña e levou as mãos à cabeça após a conclusão, mas no final das contas não fez diferença porque o Valencia esteve em um dia pouco inspirado.

Lopetegui realizou as cinco substituições na reta final da partida, uma delas forçada porque Jesús Navas caiu sozinho quando foi à linha de fundo em jogada pela ponta direita. O escolhido para substituir o camisa 16 foi Karim Rekik.

Classificação e próximos jogos

Na 15ª colocação em LaLiga, o Eibar recebe o Sevilla no sábado (30), em confronto válido pela 21ª rodada. Neste momento a equipe andaluz está em quarto lugar, com 36 pontos, 11 atrás do líder Atlético de Madrid.

Já o Valencia chegou ao terceiro jogo sem vitória e no final de semana faz um jogo de seis pontos diante do Elche, penúltimo lugar. A equipe de Javi Gracia está em 14º lugar e soma 20 pontos, dois a mais do que o Alavés, que abre a zona de rebaixamento.

VAVEL Logo