Mesmo com goleada e classificação às semifinais, Gattuso critica rumores sobre saída do Napoli
Gennaro Gattuso após Napoli 4 a 2 Spezia (SSC Napoli / Divulgação)

Mal parecia que o Napoli tinha goleado o Spezia, por 4 a 2, no San Paolo. A coletiva de Gennaro Gattuso, técnico partenopeo, foi recheada de frases fortes e sanguínea. Após avançar nas quartas de final da Coppa Italia 2020-21, o treinador subiu o tom em, pelo menos, duas oportunidades.

Horas antes da peleja, correu o rumor de que Aurelio De Laurentiis, dono do Napoli, demitiria o técnico. Indagado, ele respondeu cheio de sinceridade. "Sou profissional, não preciso da confiança de ninguém. Cada vez sou questionado sistematicamente se pretendo renunciar. Não entendo por que toda vez ouço falar que tenho que renunciar. Eu não estou renunciando. Faço bem o meu trabalho, também devo respeitar a minha família. Esta é a quarta semifinal da Copa da Itália que faço, mas ninguém destaca. Tudo o que está acontecendo aqui em Nápoles me parece excessivo. Sempre parece que essa equipe não faz nada, mas faz. Mas eu não fico deprimido, sou um homem durão. Se eu tiver dois minutos, vou treinar no Kuwait, não tenho problemas. Vou trabalhar para o Napoli até que eles me façam trabalhar. E se o presidente não gostar, eu sou funcionário e ele vai me mandar embora", disparou Rino Gattuso.

Nervosismo pós vitória? Temos

Nem mesmo o placar dilatado do Napoli foi capaz de sossegar o treinador. Preocupado com o que podem pensar com a utilização de dois atletas que ainda não estão em boa condição física perfeita. "Precisamos colocar Dries Mertens e Victor Osimhen em forma após as lesões. Então, naturalmente, quando eles entram, fica mais difícil manter o equilíbrio com o resto da equipe, mas eles precisam de tempo de jogo. Se não esclarecermos isso, as pessoas pensarão que somos amadores", finalizou Gennaro Gattuso.

As estatísticas mostram que o Napoli foi muito mais efetivo que o Spezia. Os visitantes tiveram mais posse de bola (52%), mas o time do Sul da Itália chegou com muito mais força ao ataque: treze finalizações totais (ante quatro dos adversários) e oito chutes certos (contra dois da equipe da Ligúria).

VAVEL Logo