Haaland brilha, e Borussia Dortmund abre vantagem sobre Sevilla nas oitavas da Champions
Foto: Divulgação/Borussia Dortmund

Na última quarta-feira (17) o Sevilla recebeu o Borussia Dortmund no Ramón Sánchez Pizjuán em jogo válido pela ida das oitavas de final da Champions League.

O Sevilla até saiu na frente com Suso, mas o Dortmund virou com golaço de Dahoud e um show de Haaland, que marcou dois. No final De Jong deu números finais ao jogo: 3x2.

Quem estava em campo?

Para a partida decisiva Lopetegui mandou a campo o que tinha de melhor, com Jesus Navas, Koundé, Diego Carlos e Escudero na linha defensiva.

Fernando abria o meio de campo, com Joan Jordán e Rakitic. No ataque estavam Papu Gómez, Suso e Em-Nesyri.

Já o interino Terzic mandou a campo Morey, Akanji, Hummels e Guerreiro na linha de defesa, com Can, Bellingham e Dahoud no meio de campo.

O ataque tinha a velocidade de Sancho e Reus, além de Haaland centralizado, para levar perigo.

Haaland brilha em Champions mais uma vez

O jogo começou estudado e lento, mas na primeira chegada aos seis, o Sevilla abriu o placar com Suso, que levou pro meio, cortou a marcação e bateu forte de fora da área, com desvio, para vencer o goleiro!

Aos 14, em uma boa tabela, Koundé chegou na entrada da área e bateu cruzado, mas para fora. Apesar dos erros de saída de jogo, o Borussia conseguiu o empate aos 18! Haaland recebeu na direita, fez o pivô e entregou para Dahoud, que bateu de longe e mandou no ângulo de Bono, que nada pode fazer!

E aos 26 veio a virada! Haaland arrancou pelo meio, tabelou com Sancho e, cara a cara, bateu caindo e mandou para o fundo das redes!

Com 33 minutos a nova superioridade do Dortmund ia se mostrando em chances, com Haaland sendo lançado e obrigando Bono a espalmar a finalização para escanteio. Na sequência, em um cruzamento de Sancho, Hummels bateu firme, mas por cima do gol.

Haaland estava inspirado. Em um erro de saída do Sevilla com Papu Gómez, Reus arrancou pelo meio e colocou para Haaland na direita, que bateu com nojo, rasteiro, para vencer Bono e fazer o terceiro do Dortmund!

O Sevilla, como de costume, manteve a posse e tentou ter as ações do jogo. Mas apesar dos seus 65% de posse, contra 35% dos visitantes e das sete finalizações, com duas certas, quem foi para o intervalo vencendo foi o Dortmund, que chutou seis vezes, com quatro certas.

Haaland e o prêmio de melhor da partida (Foto: Divulgação/Borussia Dortmund)
Haaland e o prêmio de melhor da partida (Foto: Divulgação/Borussia Dortmund)

Na primeira jogada de perigo da segunda etapa, aos 17, o Sevilla chegou com Jesus Navas, que cruzou para Escudero chegar batendo, mas para fora, pelo lado esquerdo de Hitz.

Aos 25 Can bateu forte de longe e Bono espalmou, mas Reus estava impedido no rebote, apesar de ter finalizado em cima de Haaland. Três minutos depois, em uma falta muito bem cobrada de Oscar Rodríguez, a bola explodiu na trave direita, pegou no goleiro e saiu para lateral!

O segundo tempo seguiu morno e controlado, mas aos 38, em uma falta levantada na área, De Jong finalizou na cara de Hitz e diminuiu o placar!

Aos 44 Sancho passou por vários defensores, entregou para Brandt, que devolveu para ele tirar o marcador e finalizar para fora, com muito perigo!

A segunda etapa se manteve como a primeira: 65% contra 35% de posse para o Sevilla, que agora chegou nas 12 finalizações, com quatro certas, contra 10 do Borussia, que acertou cinco delas.

Próximos jogos e jogo de volta

O Sevilla volta a campo na próxima segunda-feira (22), às 17h, quando encara o Osasuna. Já o Borussia joga no sábado (20), às 14h30, quando visita o Schalke 04 no clássico alemão.

O jogo de volta acontece no dia nove de março, no Signal Iduna Park, às 17h. Lembrando que existe a regra do gol qualificado, então o Dortmund tem vantagens em derrotas como 1 a 0 e 2 a 1.

VAVEL Logo