Mbappé marca duas vezes, PSG vence Lyon e reassume liderança
da Ligue 1
Divulgação/PSG

O duelo entre Olympique Lyonnais x Paris Saint-Germain ganhou ainda mais importância pela derrota surpreendente do Lille diante do Nîmes em casa. Com isso, quem vencesse no Parc Olympique Lyonnais, em Lyon/FRA, poderia assumir a liderança da Ligue 1 2020-21. A qualidade técnica foi preponderante e o PSG ganhou por 4 a 2 na noite deste domingo (21), em partida válida pela 30ª rodada do Campeonato Francês. Mbappé (duas vezes), Danilo Pereira e Di María marcaram os gols do triunfo visitante, enquanto Slimani e Cornet descontaram ao time da casa.

Quem vencesse o clássico seria o primeiro colocado pelo saldo de gols, melhor que o do LOSC. Apesar de jogar em casa, o sistema com quatro defensores não conseguiu controlar a ofensiva adversária, dona de uma excelente atuação no primeiro tempo. Pressão, intensidade e objetividade foram determinantes para resultar na vitória parisiense. Aos cinco minutos, a primeira chance. Mbappé venceu Marcelo no lado esquerdo e cruzou. Moise Kean apareceu sozinho e finalizou livre na área, mas Anthony Lopes defendeu. No rebote, Di María concluiu mal. Logo em seguida, Lyon respondeu em chute de fora da área de Lucas Paquetá, mas Keylor Navas defendeu em dois tempos.

Mas a primeira etapa era do PSG. Aos 14 minutos, Moise Kean avançou pela direita e cruzou. A zaga cortou parcialmente, Verratti chutou bloqueado e Mbappé ficou com a sobra para abrir espaço e finalizar entre as pernas do goleiro para abrir o marcador. Com muitas deficiências para mostrar qual seu jogo, os visitantes controlavam o jogo e apostavam nos longos lançamentos e jogadas trabalhadas para levar perigo. Aos 31, Mbappé recebeu bola em cobrança curta de escanteio e cruzou da direita. De Sciglio fez o corte parcial e Kimpembe cruzou da esquerda. Marquinhos escorou e Danilo Pereira chutou seco no canto direito de Anthony Lopes para ampliar a vantagem.

Divulgação/PSG
Divulgação/PSG

Mal o segundo tempo tinha começado e a vantagem do PSG foi ampliada. Logo no primeiro minuto, Di María cobrou falta da direita e a bola foi direto ao gol. O Lyon voltou a finalizar com Toko-Ekambi, após receber passe de Lucas Paquetá, mas Navas defendeu. Na sequência do lance, Verratti fez lançamento da defesa pelo alto e Mbappé avançou livre em velocidade para chutar na saída de Anthony Lopes e marcar seu 100º gol na história da Ligue 1. Com a vantagem de quatro gols construída, Neymar entrou em campo em substituição a Mbappé e voltou a jogar após 40 dias.

Foi justamente nesse momento que o PSG baixou a guarda e o Lyon pôde trabalhar mais a bola. As substituições feitas por Rudi Garcia também ajudaram o OL a ter um melhor desempenho ofensivo. Aos 16, Slimani recebeu de Lucas Paquetá, tabelou com Cornet e chutou forte no canto direito de Keylor Navas para diminuir a diferença. Aos 35, Cornet foi acionado em lançamento de Cherki, deixou Florenzi para trás e marcou na saída de Navas. E o goleiro do Paris Saint-Germain evitou que a partida ficasse perigosa quando Léo Dubois cobrou falta da direita, Marcelo escorou na segunda trave e Slimani cabeceou para a ótima defesa do arqueiro, que defendeu chute de Caqueret em dois tempos na conclusão do lance.

Divulgação/PSG
Divulgação/PSG

Com o resultado, o PSG reassumiu a liderança da Ligue 1, empatado com o Lille nos 63 pontos ganhos, mas melhor no saldo de gols (46 a 31). Por outro lado, o Lyon perdeu nova chance de liderar e está em uma sinuca de bico. Ao mesmo tempo que está três pontos atrás dos parisienses e do LOSC e tem chances de brigar pelo título, o OL está com 60 pontos na terceira posição, um à frente do Monaco, o que resulta na disputa por uma vaga na Uefa Champions League da próxima temporada.

Com a semana reservada à data Fifa, o Campeonato Francês volta apenas no começo do próximo mês de abril e os times jogam no sábado (3). O Paris Saint-Germain enfrenta o Lille na briga pela liderança isolada ao meio-dia, no Parc des Princes, em Paris/FRA. O Olympique Lyonnais vai buscar a recuperação no certame contra o Lens no Stade Bollaert-Delelis, em Lens/FRA, às 16 horas.

VAVEL Logo