Neymar homenageia MC Kevin após título da Copa da França; PSG espera definição da Ligue 1
Neymar Jr após Monaco 0 a 2 Paris Saint-Germain (PSG / Divulgação)

Pela segunda vez consecutiva (e pela sexta vez nas últimas sete temporadas), o Paris Saint-Germain é o campeão da Copa da França 2020-21. Jogando no Stade de France, a equipe venceu o Monaco por 2 a 0 e conquistou a taça pela décima quarta vez na história - é o maior campeão do certame. E cada profissional reagiu de uma maneira diferente.

Suspenso na grande final, Neymar fez uma homenagem após ver o PSG conquistando a taça. Em campo, ele utilizou uma camisa com a foto de MC Kevin, cantor morto no último domingo (16) no Rio de Janeiro:

Técnico da equipe, Mauricio Pochettino valorizou a conquista da taça. "Sempre. Vencer as finais é sempre o mais importante em um clube como o Paris Saint-Germain. É muito importante. Estou muito feliz pela torcida, pelos jogadores e por toda a equipe do clube, somar mais um troféu é sempre importante", comentou o treinador.

Kylian Mbappé também comemorou o caneco. "Não foi fácil! Foi uma equipe difícil de se enfrentar, mas vencemos, fomos felizes. Ganhamos um título, isso é importante. Isso é para todos os torcedores! Somos os campeões da Copa da França, aqui é Paris!", destacou.

Marquinhos também falou sobre a conquista. "Foi quente. Eles nos colocaram em dificuldades em todas as partidas que disputamos contra eles. Tivemos duas derrotas. Foi uma final e nesse tipo de batalha você tem que ir, não relaxar e vencer! Conseguimos, mesmo que tenha sido difícil, soubemos ser fortes, ser decisivos quando precisava. Todo mundo estava bem, todo mundo correu, todo mundo ajudou. Tínhamos que ganhar, e ganhamos. Isso é bom. É por todos os torcedores, pela nossa família que está sempre ao nosso lado. Para quem trabalha, o estafe. Também não foi um ano fácil, com todas as dificuldades. Conseguimos superar os obstáculos para chegar até aqui", finalizou.

O Paris Saint-Germain, jogando no 4-3-3, teve 56% de posse de bola e acertou mais finalizações que o adversário - três contra um. No 4-5-1 de Niko Kovac, o Monaco chutou mais a gol: 12 a sete.

Recordes e espera

Ángel di María, na partida, deu a 104ª assistência com a camisa do PSG - tornando-se o recordista da história do clube, ultrapassando Safet Susic. "Estou muito, muito feliz. Minha 104ª assistência? Quebrar recordes e fazer história no clube é muito importante. Era um objetivo importante para mim, marcar gols e dar assistências em jogos importantes como este. Então, obrigado aos meus companheiros por isso", comentou.

No domingo, com chances de ser tetracampeão da Ligue 1, jogadores também falaram sobre a expectativa. "Temos que fazer o nosso trabalho, temos que vencer, e então veremos o que acontecerá do outro lado", apontou Mbappé. Marquinhos foi ainda mais evasivo: "Teremos uma última partida no domingo, e espero que possamos ser campeões também", disse.

Quem abordou mais a última rodada da liga nacional foi Pochettino. "Essa é a melhor maneira de se preparar para o jogo de domingo. Claro, teremos que ser profissionais e vencer o jogo contra o Brest e esperar para ver se o Lille cairá diante do Angers. Temos que acreditar que é possível. Claro que será difícil, porque o Lille é uma ótima equipe, mas temos de ter confiança, fazer o nosso trabalho e depois esperar o resultado que pode nos dar o título", ratificou o comandante.

VAVEL Logo