Gennaro Gattuso é oficializado como novo treinador da Fiorentina
Divulgação/SSC Napoli

Após duas temporadas com desempenho nivelado por baixo e presença constante na parte inferior da tabela de classificação da Serie A, a Fiorentina começa a redesenhar o planejamento por melhores dias no clube. A primeira grande novidade foi o anúncio da contratação de Gennaro Gattuso para ser o técnico da Viola. Demitido após o encerramento do Campeonato Italiano há dois dias, Rino chega ao clube para iniciar um novo trabalho com missões em importância tão grande quanto sua chegada ao Napoli, clube que o ex-volante comandou nos últimos 18 meses.

Aos 43 anos de idade, Gattuso começou a carreira como técnico em fevereiro de 2013, no Sion/SUI. Ficou exatos 30 dias. Na metade do mesmo ano, assumiu o comando do Palermo, mas passou apenas três meses. Comandou brevemente o OFI Creta/GRE e voltou à Itália para comandar o Pisa. Após duas temporadas, foi contratado pelo Milan para treinar a equipe Sub-19. Após quatro meses na base, foi promovido ao time principal, onde ficou um ano e meio. Duas semanas depois de sua demissão no clube rossonero, foi contratado pelo Napoli. Mais 18 meses de trabalho.

Foram 81 jogos sob sua batuta no comando napolitano, com 47 vitórias, 12 empates e 22 derrotas. O ataque marcou 151 gols e a defesa sofreu 95. Na temporada 2019-20, foi eliminado nas oitavas de final da Uefa Champions League e conquistou a Coppa Italia sobre a Juventus. Na temporada atual, foi bastante criticado após as eliminações perante o Granada nas oitavas de final da Uefa Europa League e diante da Atalanta na semifinal da Coppa Italia, além de não ter ganho a Supercoppa. Seu trabalho foi finalizado após o empate com o Hellas Verona no último domingo (23) e a ausência na Uefa Champions League quando dependia apenas do próprio resultado. Sem comunicação há meses com o presidente Aurelio de Laurentiis, a saída era algo previsível. Em nota, Rino agradeceu ao tempo que ficou na Campânia.

“Treinar o Napoli foi maravilhoso: um ano e meio intenso e precioso, uma experiência que guardarei no coração por muito tempo. Agradeço aos jogadores, ao staff do clube, a todos os colaboradores, ao presidente Aurelio de Laurentiis que me deu esta oportunidade. Conheci uma cidade magnífica, onde convivi muito bem com minha família, e uma torcida extraordinária, apesar da pandemia que nos afastou do ambiente único do estádio que leva o nome de Diego Maradona. Mas, nos dias da conquista da Coppa Italia e em muitos outros momentos, senti o carinho único dos napolitanos por seu time. Carinho que, junto com minha equipe, tenho procurado retribuir, trabalhando todos os dias com a maior dedicação e profissionalismo. Agora nossos caminhos se separam, mas nunca esquecerei esses meses emocionantes”, disse.

O presidente da Fiorentina, Rocco Commisso, afirmou que Gattuso tem experiência profissional suficiente para recolocar a Viola nos trilhos, ainda que seja considerado um técnico jovem. O vínculo tem duração de dois anos, a ser iniciado no próximo dia 1º de julho.

“Estou convencido de que Gattuso, um jovem treinador, mas já com bastante experiência, nos ajudará no nosso crescimento e que a sua história profissional e humana representa para o clube importante garantia de determinação, competência e vontade de vencer. Agradeço também à Direção pelo trabalho em equipe e pelo profuso empenho em que permitiu, a poucos dias do final da temporada, poder continuar e contribuir uma negociação tão importante para o futuro do nosso clube”, declarou o mandatário.

VAVEL Logo