Argentina defende invencibilidade na Copa América diante de sucumbido Equador
Divulgação/Argentina

Argentina e Equador se enfrentam neste sábado (3), no Estádio Olímpico Pedro Ludovico Teixeira, em Goiânia/GO, às 22 horas. O duelo é válido pelas quartas de final da Copa América. Os argentinos se classificaram em primeiro no Grupo A, enquanto os equatorianos terminaram em quarto no Grupo B.

Ao todo, foram 36 jogos entre as equipes, com vantagem para a Argentina. Já que foram 21 vitórias, contra apenas cinco do Equador. Além disso, houve dez empates. O último duelo ocorreu em 8 de outubro de 2020, pelas Eliminatórias Sul-Americanas à Copa do Mundo 2022. Os argentinos venceram por 1 a 0, com gol marcado por Messi em cobrança de pênalti.

Argentina treina lances de bola parada

Os Argentinos terminaram a primeira fase em primeiro lugar do Grupo A, com 10 pontos. Após empate, em 1 a 1, com o Chile, na estreia, venceram os quatro jogos seguintes. Na segunda rodada, bateram o Uruguai, por 1 a 0. Inclusive, venceram o Paraguai pelo mesmo placar. Encerraram a fase de grupos goleando a Bolívia, por 4 a 1.

Na manhã desta sexta-feira (2), antes da viagem à Goiânia, o técnico Lionel Scaloni comandou um último treino. Na primeira parte do treino, os jogadores fizeram atividades físicas na academia. No campo, o treinador exerceu alguns movimentos táticos que culminaram em lances de bola parada na defesa e no ataque.

Provável escalação: Armani; Montiel, Pezzella, Martínez e Acuña; Palacios e Lo Celso; Ángel Correa, Lionel Messi e Alejandro Gómez; Kun Agüero.

Alfaro mostra confiança no Equador

Já os equatorianos terminaram em quarto lugar no Grupo B, com três pontos conquistados e nenhuma vitória. Na estreia, perderam para a Colômbia, por 1 a 0. Enquanto na terceira rodada empataram, em 2 a 2, com a Venezuela. Inclusive, esse foi o mesmo placar do duelo com o Peru. E na última rodada, empataram, em 1 a 1, com o Brasil.

Em entrevista antes da partida, o técnico Gustavo Alfaro afirmou que o Equador está confiante, já que foi superior em muitas partidas. Além disso, em conversa com os jogadores, reforçou que eles devem acreditar em suas habilidades e potencialidades. Também ressaltou que as partidas devem ser definidas nos detalhes.

Provável escalação: Galíndez; Estupiñán, Hincapié, Arboleda e Angelo Preciado; Mena, Palacios, Méndez e Alan Franco; Valencia e Ayrton Preciado.

Arbitragem

O árbitro Wilton Pereira Sampaio (BRA) comanda a partida. Seus assistentes serão Danilo Manis (BRA) e Bruno Pires (BRA). O responsável pelo VAR será Wagner Reway (BRA).

VAVEL Logo