Michael Jordan já faturou 6 milhões de euros com ida de Messi ao PSG; entenda
Michael Jordan, dono da Air Jordan | Divulgação/NBA

A chegada de Lionel Messi ao Paris Saint-Germain movimentou, literalmente, todo o mundo do futebol. A contratação do argentino, entretanto, não mexeu apenas com os atletas do esporte bretão. Até mesmo o jogador que é tido como o maior da história do basquete está feliz com a contratação. E por um motivo bastante curioso - e comercial.

A Air Jordan, marca de material esportivo de Michael Jordan, tem um acordo com a Nike, fornecedora dos uniformes do clube parisiense, para que 5% de cada camisa do PSG vendida ao redor do mundo vá para a marca do eterno camisa 23 do Chicago Bulls, da National Basketball Association (NBA). Ainda atleta, foi a empresa do Oregon que começou a patrocinar o então jogador, criando a marca de tênis "Air Jordan" - que, agora, é uma marca independente e pertencente à MJ.

De acordo com o jornal esportivo português "A Bola", o valor total da vendagem de camisas da Pulga já alcança 120 milhões de euros - algo em torno de R$ 742,5 milhões. Com os 5% do acordo, Michael Jordan já embolsou 6 milhões de euros, cerca de R$ 37,1 milhões. Vale destacar que o atleta ainda não estreou na Ligue 1 e, quando isso acontecer, a tendência é que a venda de camisas seja potencializada.

Atualmente, o PSG vende três modelos distintos com o nome de Messi: a infantil (que custa 88 euros, R$ 538), a feminina (108 euros, R$ 660) e a masculina (158 euros, R$ 966).

Em boa hora

A pandemia atingiu em cheio os cofres de Michael Jordan. De acordo com a Forbes, em 2020, a fortuna do ex-atleta caiu cerca de 20%: de 2,1 bilhões de euros (R$ 12,9 bilhões) para 1,6 bilhões de euros (R$ 9,9 bilhões). Atualmente, ele é sócio majoritário do Charlotte Hornets, acionista da His Airness, equipe da National Association for Stock Car Auto Racing (Nascar), investidor na aXiomatic (empresa que controla a Team Liquid, equipe de eSports) e no Florida Marlins, da Major League Baseball (MLB) e dono da fabricante de tequilas Cincoro.

Na atual edição da Ligue 1, o Paris Saint-Germain venceu as duas primeiras partidas disputadas, contra Troyes e Strasbourg. No Trophée des Champions, derrota simples diante do Lille.

VAVEL Logo