Lingard dá volta por cima com gol da vitória sobre West Ham: "Futebol é feito de altos e baixos"
Foto: Divulgação/Manchester United FC

Nada como um dia após o outro. Esse ditado pode servir para resumir a semana de Jesse Lingard no Manchester United. Na estreia da Uefa Champions League, ele errou passe que culminou no gol da derrota para o Young Boys. Quatro dias depois, ele saiu do banco e marcou o gol da vitória por 2-1 sobre o West Ham, pela quinta rodada da Premier League.

"Nosso principal objetivo é conquistar um título e temos um grupo qualificado, com talento, fome de jogar e trabalhando duro para conseguir isso. Temos um grupo unido, todos estão jogando uns pelos outros, então você precisa estar sempre preparado para ajudar quando for chamado. O futebol é feito de altos e baixos. Tenho boas lembranças do West Ham, mas precisava fazer a minha parte. É sempre difícil infiltrar na defesa deles e quando você consegue um espaço, tem que aproveitar, aí na hora eu sabia o que tinha que ser feito. Agora vamos enfrentá-los novamente, será um pouco diferente, mas entraremos com mais confiança", analisou Lingard ao final da partida em Londres. 

O jogo foi intenso desde o início e o fato de atuar fora de casa não freou o ímpeto do Manchester United, que teve mais finalizações (17 contra 13), posse de bola (60%) e 11 escanteios a favor, contra apenas dois dos mandantes. 

Solskjaer escalou Varane, McTominay e Greenwood desde o início, tirando Lindelof, Van de Beek e Sancho em relação à derrota para os suíços no meio da semana. O escocês, inclusive, cabeceou com perigo logo no começo, depois Cristiano Ronaldo e Bruno Fernandes incomodavam a defesa rival. Os meio-campistas Fred e Pogba também avançavam bastante, enquando Luke Shaw era mais acionado do que Wan-Bissaka.

David Moyes fez mudanças nos Hammers em relação à vitória sobre o Dinamo Zagreb na Croácia pela Uefa Europa League. Lanzini foi para o banco e o artilheiro Antonio estava suspenso, então ele montou a dupla de ataque com o argelino Benrahma ao lado de Bowen. E deu certo, tanto que o primeiro abriu o placar ao receber um passe do inglês. Pouco antes, o time da casa tomou um susto ao ver um chute de Bruno Fernandes explodir na trave direita de Lukasz Fabianski.

Os Red Devils empataram ainda no primeiro tempo, em mais um chute de pé direito de Cristiano Ronaldo, o quarto gol dele em três jogos desde que retornou ao clube, no início deste mês. Ele ainda obrigou Fabianski a fazer mais quatro defesas.

Como vinha de dois empates consecutivos na Premier League, o West Ham voltou melhor no segundo tempo, tanto que equilibrou as finalizações. Benrahma e Pablo Fornals eram bastante acionados. No entanto, a estrela que brilhou no segundo tempo foi a de Lingard. Ele atuou por 17 minutos, na vaga de Pogba, e foi preciso na única vez que arriscou na direção do gol - recebeu de Matic e arrematou de canhota, acertando o ângulo, sem chances para o goleiro polonês.

A virada foi aos 44 minutos da segunda etapa, mas ainda deu tempo do goleiro De Gea defender um pênalti cobrado por Mark Noble, o que completou a festa do Manchester United.

O que vem por aí

Invicto na Premier League, o United divide a liderança da competição com Chelsea e Liverpool, que também não perderam até agora. O West Ham, por sua vez, está em 8º lugar.

O próximo compromisso é Copa da Liga Inglesa nesta quarta-feira (22) e o rival da estreia é justamente o West Ham. Desta vez o duelo será em Old Trafford.

VAVEL Logo