Nice se recupera na Ligue 1 com vitória arrasadora e aumenta crise no Saint-Étienne
Divulgação/OGC Nice

A crise do Saint-Étienne segue em voga e amplia a cada rodada da Ligue 1 2021-22. Na tarde deste sábado (25), a equipe recebeu o Nice no Stade Geoffroy Guichard, em Saint-Étienne/FRA, pela oitava rodada do Campeonato Francês. Apesar do apoio da torcida, em campo a situação não foi favorável. Pelo contrário, piorou. Com gols marcados por Gouiri, Stengs e Delort, as Águias venceram fora de casa por 3 a 0.

Apesar de atuar como visitante, foi o Nice quem controlou o início da partida com ótimas finalizações e chances claras de gol que não entraram por muito pouco. Logo no primeiro minuto, Thuram acionou Kamara em passe em profundidade e o meia errou o alvo. Em seguida, Delort recebeu passe de Bard e o goleiro Bajić defendeu. Aos sete, o arqueiro do ASSE foi mais uma vez eficiente. Thuram tocou a bola para Gouiri e o atacante finalizou na área. Bajić fez a defesa parcial, Delort chutou o rebote e Bajić defendeu novamente. Kamara ainda teve a terceira tentativa, mas foi travado pela defesa. O Saint-Éitenne só veio aparecer no campo ofensivo aos 12 minutos, quando Bouanga recebeu lançamento de Khazri, mas mandou longe da meta. Melhor em campo, as Águias abriram o placar aos 15 minutos. Gouiri cobrou falta da intermediária, a bola desviou em Camara e enganou Bajić.

Com uma postura mais tranquila após pressionar e abrir vantagem, o Nice fortaleceu a marcação e apostou nos ataques rápidos com muita verticalidade para levar perigo. Não era algo difícil. Pressionados pelo desempenho ruim na temporada, os jogadores do ASSE tinham posse de bola, chegavam ao ataque e não conseguiam ter a precisão necessária para acertar o alvo. Na defesa, cedia muitos espaços, que poderiam ter resultado em mais gols dos visitantes na etapa inicial. Delort deixou Gouiri na cara do gol, mas Bajić novamente interveio. Na reta final, Moukoudi, Bouanga e Trauco levaram perigo ao gol defendido por Walter Benítez, mas não marcaram.

Divulgação/OGC Nice
Divulgação/OGC Nice

O técnico Claude Puel promoveu mudanças no retorno das equipes do intervalo com o objetivo de melhorar passe e finalização do Saint-Étienne para buscar o empate. Mas, de novo, nada deu certo. Aos nove minutos, Bajić repôs a bola nos pés de Thuram. O meia abriu na direita com Stengs, que avançou e finalizou colocado na saída do goleiro dos Verdes para marcar o segundo do Nice. Os donos da casa tiveram um pênalti anulado após revisão da arbitragem de vídeo. E o desempenho do time foi por água abaixo devido ao placar e ao desgaste físico dos atletas, mesmo com mais de 60% de posse de bola. As Águias tinham nada a ver com isso e fecharam a conta novamente em contragolpe aos 38 minutos. Lemina recuperou a bola no meio de campo e abriu com Lucas da Cunha na esquerda. O atacante cruzou para Delort completar na cara do gol e sacramentar a vitória do OGCN.

Com o resultado, as Águias sobem ao terceiro lugar e somam 13 pontos na tabela de classificação. Por outro lado, os Verdes se complicam ainda mais. Com apenas três pontos somados, o ASSE ocupa a última posição, sem vencer nas oito primeiras rodadas. A próxima rodada será disputada daqui a uma semana. O Nice vai enfrentar o Stade Brestois na Allianz Riviera, em Nice/FRA, às 16 horas do sábado (2), enquanto o Saint-Étienne vai buscar a recuperação novamente no Stade Geoffroy Guichard, em Saint-Étienne/FRA, no clássico contra o Olympique Lyonnais, às 16 horas do domingo (3).

VAVEL Logo