Coman marca no fim, Bayern arranca empate suado diante do Salzburg e vaga segue indefinida
Divulgação/FC Bayern

Nos dois únicos encontros ocorridos em novembro de 2020, apesar do placar agregado elástico, o Bayern viu que o Salzburg era um time que jogava bem, tinha a filosofia de jogo conhecida e um desempenho tático aplicado. Pouco mais de um ano depois, as equipes se enfrentaram novamente, mas em uma etapa mais decisiva. Na noite desta quarta-feira (16), o primeiro duelo das oitavas de final da Uefa Champions League 2021-22 foi realizado na Red Bull Arena, em Salzburg/AUT. Os mandantes mostraram que acirrariam o páreo, abriram vantagem com Adamu, mas os visitantes igualaram o placar graças a Coman, o mais esforçado de seus atletas. Ao fim das contas, 1 a 1.

Nos primeiros dez minutos, o Salzburg mostrou que se esforçaria ao máximo para fazer valer o mando de campo e sair com a vantagem na primeira parte do confronto. A movimentação ofensiva de Aaronson, Adeyemi e Okafor davam trabalho ao Bayern, que encontrava muitas dificuldades para impedir o avanço desses atletas. Nos dez minutos seguintes, foi a vez dos alemães responderem à pressão austríaca. Gnabry e Coman tiveram suas chances, mas o goleiro Köhn as defendeu.

Aos 12, o atacante Okafor sentiu dores musculares e foi substituído por Adamu. Só precisou de oito minutos para mostrar que a substituição deu certo. Em contra-ataque iniciado por Mohamed Camara no campo defensivo, Adeyemi foi acionado em liberdade na direita e fez o passe. Aaronson triscou e deixou Adamu livre no lado esquerdo da área para finalizar bonito e deixar os Touros Vermelhos na frente do placar aos 20 minutos. A partida ficou aberta. Os bávaros atacavam em busca do empate, mas cediam espaços defensivos que municiavam o ataque dos anfitriões.

Divulgação/Red Bull Salzburg
Divulgação/Red Bull Salzburg

Como esperado, os comandados de Julian Nagelsmann aumentaram a pressão no ataque, mas a marcação do Salzburg funcionava muito bem. Segundo na lista de goleadores do torneio europeu e um dos melhores do mundo, Lewandowski pouco tocava na bola. Posicionado como ponta e longe da área, o centroavante polonês foi discreto. Quem se destacava desde o primeiro tempo era Coman. Com movimentação intensa pelo lado esquerdo, o jogador francês atuava como rege o manual de um ponta. Ia à linha de fundo, cruzava, cortava ao meio, finalizava e assustava. Aos 30 minutos, Leroy Sané tabelou com o meia e chutou firme para a dupla defesa de Köhn.

O Salzburg teve a melhor chance para ampliar a vantagem. Aos 36 minutos, após indecisão no meio de campo, Adamu avançou em contra-ataque pelo meio e abriu com Adeyemi no lado direito da área. O atacante abriu espaço diante de Lucas Hernández e bateu cruzado. Ulreich defendeu com o pé e, no rebote, Adamu arrematou completamente livre na área, mas Pavard bloqueou. Na única vez que a estratégia de Lewandowski jogar mais recuado, os alemães empataram. Aos 44 minutos, a marcação austríaca cercou o centroavante do Bayern e Pavard cruzou da direita. Thomas Müller escorou de cabeça e deixou Coman livre no lado esquerdo da área para finalizar no canto direito do goleiro.

Divulgação/FC Bayern
Divulgação/FC Bayern

Com o resultado e a regra do gol marcado como visitante desfeita pela Uefa, o confronto segue em aberto. Qualquer empate leva o jogo à prorrogação e, se necessário, aos pênaltis. O vencedor segue na competição e avançará às quartas de final. O segundo e decisivo jogo será disputado no próximo dia 8 de março, às 17 horas, na Allianz Arena, em Munique/ALE.

VAVEL Logo