Simeone cita orgulho do Atlético de Madrid mesmo com eliminação: "Demos tudo para passar"
Divulgação / Atlético de Madrid

O Atlético de Madrid lutou muito contra o Manchester City no Estádio Wanda Metropiltano, mas não conseguiu marcar o gol que levaria para a prorrogação e está eliminado da Champions League. Os Colchoneros sairam do seu ritual de ficar mais retraído no jogo e pressionou os Citizens durante todo o segundo tempo, mesmo assim o time de Guardiola que incorporou o Atleti e e ficou todo atrás, segurando a pressão dos donos da casa para conseguir a classificação. 

Após o confronto Diego Simeone concedeu entrevista coletiva e analisou a partida. Ele se diz muito orgulhoso e ainda falou que o time fez tudo para se classificar. O treinador ainda agradeceu a torcida que apoiou a partida inteira e também os aplausos depois do jogo, mesmo com o time sendo eliminado. 

"Serve para o nosso orgulho, para o orgulho da nossa gente que vê uma equipe que compete. Dá-nos a tranquilidade de ter dado tudo para passar pela eliminatória. A torcida foi enorme durante toda a partida. A equipe respondeu ao que as pessoas buscavam e essa comunhão é difícil de ver nos estádios, que as pessoas te respeitam depois de ser eliminado"

Sobre o polêmico aplausos nos acréscimos o treinador disse que  não foi ironia para o juíz, segundo ele, estava aplaudindo os jogadores de sua equipe pelo esforço no final e também a torcida pelo apoio. O argentino ainda disse que o árbitro estava longe e que não sabe o que aconteceu no lance que gerou a expulsão do Felipe por ter chutado o Phill Foden. 

"Eu? Não, por favor. Eu estava aplaudindo as pessoas porque estava apreciando o esforço que a equipe estava fazendo. Como não aplaudir pessoas assim? Ele estava tão longe que não sabemos o que aconteceu. O árbitro me disse que pisou no jogador deles. Havia muita gente e eu não vi nada. Quais? Nada a dizer, há sempre um árbitro para fazer as regras. Parabenizei o rival, que fez um grande jogo e jogou o futebol que sempre estamos acostumados".

Simeone também rebateu as críticas de Guardiola sobre o seu estilo de jogo antes da partida, que segundo ele é retrancado. O técnico deu uma cutucada e disse quem tem um léxico inteligente, também despreza quem não tem, mesmo elogiando. Mas não quis opinar sobre o que o treinador espanhol criticou. 

"Eu não tenho que opinar se alguém fala bem ou não. Muitas vezes, quem tem um grande léxico é muito inteligente e te elogia com desprezo. Mas aqueles de nós que talvez tenham menos léxico não são tão estúpidos".

VAVEL Logo