Eintracht Frankfurt acaba com série invicta do Barcelona e vai às semifinais da Europa League
Foto: Divulgação/Uefa

Kostic foi um dos caras contra o Barcelona. Com dois gols e uma assistência, comandou a vitória do Eintracht Frankfurt sobre os Culés, de 3 a 0, sendo 4 a 1 no agregado, em pelo Camp Nou, pelo jogo de volta das quartas de final da Europa League. Borré anotou o outro gol.

A equipe de Oliver Glasner teve uma apresentação impecável, aguentando a pressão e não deixando os mandantes finalizarem, principalmente pelo meio-campo, logo, escapavam em velocidade. Assim, foi derrubada a série invicta de 15 jogos do Barça, que não perdia desde 20 de janeiro - para o Athletic Bilbao, na Copa do Rei.

Domínio Culé, mas Águias voam 

Com menos de três minutos, Eric García forçou demais, agarrou Lindström para impedir que o mesmo girasse na frente do árbitro. Pênalti. Kostic deslocou Ter Stegen e converteu com a canhota. Devido a falta cometida, o defensor levou o amarelo, e como estava pendurado, fica de fora do primeiro jogo da semifinal. Em ritmo intenso, o Barça girava a bola, mas as Águias se fechavam no 5-4-1.

Aos 18, Alba cobrou falta na área. Araújo emendou de primeira e Trapp fez bela defesa. Os lançamentos ficaram atrativos para construir jogadas de perigo. Ferran Torres aproveitou, entortou dois e acabou sendo bloqueado na linha de fundo. Os comandados Oliver Glasner procuravam sair em contra-ataques rápidos. Kostic e Knauff chegaram a finalizar rasteiro, em tempos distintos, e Ter Stegen agarrou ambos sem problemas. O goleiro não conseguiu repetir tal feito em chute de Borré. O colombiano soltou um foguete perto do ângulo.  

Apesar do domínio, 76%-24%, o time blaugrana não conseguia chutar em direção ao gol. Teve apenas uma contra cinco dos alemães.

Foto: Diulgação/Uefa
Foto: Diulgação/Uefa

Avanço alemão

Xavi foi obrigado a mexer no time antes da bola rolar no segundo tempo. Pedri saiu puxando a perna e cedeu lugar para De Jong. As jogadas pelos lados ainda eram um dos alvos dos Culés. Dembélé usou a habilidade individual na direita e lançou Aubameyang livre na segunda trave. No entanto, o atacante se enrolou e acabou furando na cara do gol.

Aos 57’, em contra-ataque rápido, Borré tirou de Ferran Torres dentro da área. Ele avançou e acionou Lindström, que bateu cruzado. Ter Stegen salvou com a perna. Houve uma tentativa do VAR aparecer em possível toque de mão na origem da jogada. Após três minutos, o árbitro não conseguiu analisar as cenas por conta de problemas técnicos. Em comunicação pelo rádio, acabou deixando o jogo seguir.

Impecável na sua estratégia, o Frankfurt ampliou a sua vantagem. Cobrança de lateral do lado direito, Kostic recebeu de Kamada na outra ponta. O camisa 10 chutou entre as pernas de Dest, mandando no canto esquerdo, para desespero do goleiro blaugrana, que reclamou demais com os companheiros.

Xavi colocou o time mais ofensivo, mas as Águias permaneciam no seu bom ritmo, logo, mantendo o esquema de 5-4-1. E, mesmo assim, criavam as melhores oportunidades. Na reta final, Memphis cobrou falta na área. Depois do bate-rebate, De Jong arrematou e  Busquets empurrou de chapa. O VAR interveio novamente e confirmou o impedimento. O mesmo não se repetiu posteriormente. O capitão observou o quique da bola e bateu com ela ainda no ar, acertando o canto, não dando chances para Trapp. 

Araújo, atuando como atacante, tirou tinta da trave. Os Culés tiveram um pênalti a favor. Memphis chutou forte, a bola bateu na trave e entrou no último minuto de jogo.

O que vem por aí

O Eintracht Frankfurt irá medir forças contra o West Ham nas semifinais da Europa League. Os jogos estão previstos para os dias 28 de abril e 5 de maio.

VAVEL Logo