Internazionale vence Barcelona em casa e assume vice-liderança
do grupo C da UCL
Foto: Divulgação/Internazionale

Nesta terça-feira (4), em um confronto importante, marcado por reclamações, a Internazionale venceu o Barcelona por 1 a 0, no Giuseppe Meazza, partida válida pela 3ª rodada do Grupo C da UEFA Champions League. O único gol foi marcado pelo Çalhanoglu, no fim da primeira etapa.

Vitória magra, mas importante 

Na primeira etapa o Barcelona teve mais domínio de bola e pressionou a Internazionale algumas vezes, apesar de nenhum lance ter sido uma grande chance de gol e todas as boas oportunidades terem sido da Inter.

Com o a pressão do Barça e o time partindo para o ataque, o primeiro susto da partida veio deu um contra-ataque da Inter com seis minutos de jogo. Çalhanoglu pegou a sobra e chutou forte de fora da área, obrigando o Ter Stegen a fazer uma boa defesa. Aos 21 minutos, os visitantes tomam outro susto, em uma jogada dentro da área do Barcelona, entre Correa e Eric Garcia, a bola tocou no braço do zagueiro e os jogadores da Inter pediram pênalti. O árbitro aguardou a checagem do VAR, que seria um pênalti claro, mas Lautaro Martínez estava impedido no lançamento que gerou o rebote para Correa. E só da Internazionale! Minutos depois, Correa recebeu uma ótima bola em profundidade nas contas da zaga, avançou, driblou o goleiro e mandou para o gol. Seria um golaço, se o camisa 11 não estivesse impedido. No fim da primeira etapa, depois das tentativas, finalmente, nos acréscimos, Çalhanoglu recebeu de Dimarco e chutou rasteiro de fora da área, mandando a bola bem no canto do gol, que Ter Stegen não conseguiu alcançar.

Na volta do intervalo o Barcelona se lançou ao ataque, buscando uma reação, mas foi parado na marcação bem-posicionada da Internazionale. Aos 15 minutos, Barça conseguiu uma boa jogada com Raphinha que recebeu a bola e mesmo bem-marcado, tocou para Gabi, que abriu para Dembelé, que chutou forte e bateu na trave. Minutos de depois, Dembelé cruzou pela direito, Onana saiu mal e a boa sobrou para Pedri empurrar para o gol. Até que o árbitro vai ao monitor checar o lance do gol, por um possível toque de mão de Ansu Fati, que foi confirmado e o gol foi anulado.

Começou então a reclamação do lado do Barça, causando um cartão amarelo até para o treinador Xavi. Sem lances muitos perigosos de ambos ao lados, somente nos acréscimo do segundo tempo, após um cruzamento na área da Inter, que o Dumfries se jogou na bola para cabecear, começou a dúvida se o ala tinha tocado com a mão. Os jogadores do Barça então começaram a pedir o pênalti. O VAR analisou o lance para ver se foi pênalti, mas entendeu que não houve irregularidade. Nos minuto finais, Barcelona foi para cima, pressionou até o fim e a Inter fez a sua parte e se defendeu muito bem das investidas do visitante. Sem sucesso nas investidas do Barcelona e sucesso na defesa da Internazionale, a partida termina com o apertado 1 a 0 para Inter.

  • Classificação e próximos jogos

Por se tratar de um confronto direto na briga por uma vaga no mata-mata, a vitória da Inter foi importante para assumir o 2º lugar, com a seis pontos, deixando o Barcelona para trás, em 3º (garante vaga para a Liga Europa) com três.  O Bayern de Munique, segue líder, goleou o lanterna Viktoria Plzen por 5 a 0 e permanece invicto.

Deixando de lado a Champions League, no sábado (8), pelo Campeonato Italiano, a Inter enfrenta o Sassuolo, fora de casa, às 10h. Já o Barcelona, no Espanhol, recebe o Celta de Vigo, às 16h.

Pela Champions League, os times só voltam em casa dia 12 (quarta-feira), onde se enfrentam novamente, mas dessa vez no Camp Nou.

VAVEL Logo