Em jogo marcado pela despedida de Piqué, Barcelona desperdiça pênalti, mas vence Almería
Foto: Divulgação/Barcelona

Diante de 92.605 torcedores, o Barcelona dominou, perdeu pênalti e garantiu o triunfo sobre o Almería, de 2 a 0, apenas no segundo tempo no Camp Nou, pela 13ª rodada de LaLiga. Contudo, Gerard Piquéfoi o grande destaque. O dono da camisa 3 entrou em campo pela última vez como jogador de futebol. Com passagem por três clubes, o zagueiro realizou 616 jogos com a camisa blaugrana, sendo o quinto atleta com mais aparições.

Tempo dos goleiros

Em dia de celebrações, a posse de bola foi destaque após o apito do árbitro. O Barça rodava de pé em pé, mas os Indálicos fechavam as portas com uma defesa de cinco jogadores, e dependendo da hora, com seis. Ao tentar chegar pelos lados, Balde levantou na área e Ferran Torres cabeceou na segunda trave. A bola desviou em Kaiky e saiu pela linha de fundo. Entretanto, o VAR pediu para o árbitro revisar o lance na cabine e marcou o pênalti por toque na mão. Lewandowski cobrou com uma paradinha, Martínez nem se moveu, e o atacante tirou demais, mandando rente à trave.

Os Culés controlavam o jogo e empurravam os adversários para o seu campo de defesa, mas faltava criar aquela chance de perigo. Só chegou na bola parada. Em cobrança de falta ensaiada, Pedri rolou para Alba, que arriscou da entrada da área e Martínez defendeu no meio do gol. Os lados viraram opções para criação dos mandantes. Ferran chegou bem ao invadir a área, mas o goleiro cresceu para evitar. Pouco depois, foi a vez de Pedri cruzar rasteiro. De Jong se posicionou para finalizar, Mendes se antecipou e rebateu de qualquer maneira. A tranquilidade do amplo domínio gerou um passe errado, favorecendo o Alméria. De Jong errou ao tentar inverter o jogo, Ramazani deu o bote e arrancou em velocidade. Ele ficou cara a cara com Ter Stegen, que fez grande defesa. 

O rápido descuido passou e os donos da casa voltaram a amassar os Indálicos. Ferran bateu cruzado dentro da área. Martínez já estava batido e nada pôde fazer. Para a alegria do camisa 13, Kaiky salvou em cima da linha. A pressão foi aumentando na reta final, mas a estrela de Martínez evitou que o placar fosse inaugurado. Ferran levanta na área, Dembélé fez sua primeira aparição ao mergulhar de peixinho. O goleiro fez milagre ao defender. O próprio Ferran tentou no fim, em bola enfiada de De Jong, e conseguiu finalizar mesmo com a sombra do marcador, contudo, Martínez cresceu para abafar na primeira trave.

Foto: Divulgação/Barcelona
Foto: Divulgação/Barcelona

Gols, mais despedida marca

Busquets, do campo de defesa, deu lindo lançamento para Dembélé. O francês, que mal havia aparecido na etapa anterior, se livrou de Babic e bateu no canto, marcando o seu quarto gol no espanhol. O jogador teve grande chance de fazer o segundo, realizou boa jogada individual e tirou de Martínez, mas acabou demorando demais para chutar. Ele levantou do nada e o goleiro agarrou pelo alto.

Tal desperdício foi recompensado com bola na rede. Porém, com nacionalidade holandesa. Alba cruzou, Ansu Fati desviou de leve. O goleiro salvou com uma mão e cedeu rebote. De Jong, bem posicionado, deixou o seu. O time blaugrana permaneceu com o controle, na busca pelo terceiro gol. Fati até tentou, mas foi flagrado em posição de impedimento. Os Indálicos chegavam ao ataque. Nada que necessitasse dos esforços de Ter Stegen. Faltando cinco minutos para o término, Xavi tirou Piqué, para ser ovacionado por colegas e torcedores presentes, e deu lugar, com lágrimas nos olhos, a Christensen.

#Sempr3

Piqué disputou 667 jogos na carreira, com 58 gols marcados e 16 assistências, tendo a boa parte dos números dentro do Barcelona, sendo o quinto jogador com mais aparições pelo clube.

Manchester United

  • 23 jogos
  • 2 gols
  • 1 assistência
  • Títulos: Premier Leagu (2007–08), Champions League (2007–08), Cabarao Cup (2006) e Supercopa da Inglaterra (2007) 

Real Zaragoza

  • 28 jogos
  • 3 gols

Barcelona

  • 616 jogos
  • 53 gols
  • 15 assistências
  • Títulos: Supercopa da Espanha (2009-10, 2010-11, 2011-12, 2013-14, 2016-17 e 2018-19), Copa do Rei (2008-09, 2011-12,  2014-15, 2015-16, 2016-17, 2017-18, 2020-21), Supercopa da Uefa (2009-10, 2011-12 e 2015-16), LaLiga (2008-09, 2009-10, 2010-11, 2012-13, 2014-15, 2015-16, 2017-18 e 2018-19), Mundial de Clubes da Fifa (2009, 2011 e 2015)

Espanha

  • 102 jogos
  • 5 gols
  • 3 assistências
  • Títulos:  Copa do Mundo (2010) e Eurocopa (2012)

Situação

Somando 34 pontos, o Barcelona assume de forma provisória a liderança de LaLiga. O rival Real Madrid fecha a rodada na segunda-feira (7) e poderá retomar a ponta. Já o Almería segue em 14º, com 13.

O que vem por aí

Na próxima terça-feira (8), os Culés irão enfrentar o Osasuna, às 17h30 (de Brasília), no Estádio Reyno de Navarra, e no dia seguinte, os Indálicos recebem o Getafe, no Juegos Mediterráneos, às 15h (de Brasília).

VAVEL Logo