Confronto decisivo: Austrália e Dinamarca duelam para avançar na Copa
Foto: Divulgação/Austrália

Na última e decisiva rodada da fase de grupos da Copa do Mundo, Austrália e Dinamarca fazem jogo direto por uma vaga nas oitavas de final nesta quarta-feira, às 12h, no Al Janoub Stadium, em Al-Wakrah.

Antes do início do Mundial, pouco se esperava que na última rodada, Austrália e Dinamarca iriam chegar disputando uma vaga na fase seguinte. Os australianos estão com três pontos, dois a mais que os dinamarqueses, que fazem um torneio bem abaixo do esperado até o momento.

Foto: Divulgação/Austrália
Foto: Divulgação/Austrália
  • Em busca da classificação histórica

Atualmente, a Austrália tem quatro pontos e precisa apenas de um empate para se garantir na próxima fase da Copa do Mundo. Os australianos jogam por apenas um empate, torcendo também por uma não vitória da Tunísia diante da França.

A última vez que a equipe da Oceania passou de fases foi na Copa do Mundo de 2006, disputada na Alemanha. Inclusive, estava no grupo do Brasil, onde terminou na segunda posição com quatro pontos, na frente da Croácia e Japão. Depois disso, foram três Mundiais com quedas em todas na primeira fase.

Em entrevista coletiva de pré-jogo, o técnico Graham Arnold comentou sobre o futebol da Ásia - continente que a Austrália disputa as eliminatórias.

''A Ásia está crescendo muito rapidamente. As pessoas podem estar em casa e ter opiniões podem que a Arábia Saudita não é tão boa ou o Japão. Mas veja o que eles fizeram, venceram Argentina e Alemanha. A Ásia investiu muito dinheiro no futebol, e precisamos recuperar o atraso e fazer a mesma coisa.''

''Os Socceroos são apenas a cereja no topo do bolo, aquele glacê, seja boa ou ruim. O mais importante são os ingredientes. E os ingredientes são desenvolvimento na base e nas seleções inferiores. E se isso não estiver certo, a cobertura não terá um sabor muito bom. Aconteça o que acontecer com esta Copa do Mundo, acho que a federação precisa rever o que está acontecendo no desenvolvimento da base'', disse o treinador, fazendo uma analôgia do desenvolvimento da base australiana com um bolo.

Provável escalação da Austrália: Ryan; Karacic, Rowles, Souttar e Behich; Mooy, McGree e Irvine; Leckie, Goodwin e Duke.

  • Recuperar o bom futebol

A Dinamarca chegou para Copa do Mundo como uma as seleções que poderiam incomodar as favoritas. Muito pelo histórico recente na Eurocopa e Eliminatórias para a Copa do Mundo.

Mas, as expectativas não conresponderam com a realidade nos dois primeiros jogos. A equipe empatou sem gols com a Tunísia jogando bem abaixo, além da derrota para França por 2 a 1.

O técnico da Dinamarca comentou sobre o time titular da: ''É sempre difícil formar a equipe titular. Temos 26 jogadores que merecem jogar e farão de tudo para jogar. Se eles estão aqui, é porque eu acredito neles, todos são bons o suficiente para jogar.''

Foto: Divulgação/Dinamarca
Foto: Divulgação/Dinamarca

Perguntado sobre o outro jogo do grupo entre Tunísia e França, o treinador dinamarquês comentou: ''Com certeza nós ficaremos de olho, mas estaremos jogando para ganhar nossa partida, certo? E espero que isso seja suficiente por si só. Se não for suficiente porque a Tunísia está ganhando e há diferença de gols, então temos que ficar atentos. Nós saberemos disso. Então, no segundo tempo, vamos saber o que precisamos fazer para colocar mais pressão. Digamos que estamos vencendo por um a zero, e isso não é suficiente. Se precisarmos colocar mais pressão, faremos.''

Hjulmand não deve ter problemas na escalação da equipe. Kajer e Olsen, que ficaram de fora contra França, estão de volta ao time. Delaney foi cortado por lesão e segue fora. ''Treinamos hoje (terça-feira), claro que ainda não sabemos como eles vão reagir após o treino, mas todos devem estar prontos para jogar.''

Provável escalação da Dinamarca: Schmeichel; Bah, Andersen, Christensen e Maehle; Hjobjerg, Jensen e Eriksen; Skov Olsen, Braithwaite e Cornelius.

VAVEL Logo