Com primeiro gol de Harry Kane na Copa, Inglaterra despacha Senegal e vai às quartas de final
Foto: Divulgação/Fifa

No confronto inédito, a Inglaterra levou a melhor e venceu Senegal por 3 a 0, no Al Bayt. The Three Lions chegam a oito jogos de invencibilidade sobre seleções africanas e vão às quartas de final da Copa do Mundo pela segunda vez seguida, repetindo o feito nos Mundial de 2002 e 2006. A vitória foi construída pelos gols de Henderson, Harry Kane e Saka.  

Após distribuir três assistências, Kane marcou pela primeira vez no Catar, chegando a 52 gols com a camisa da seleção, faltando um para igualar Wayne Rooney, maior goleador.

Vantagem inglesa

Como era de se imaginar, The Three Lions iniciaram com mais posse de bola, mas os Leões de Teranga montaram uma parede visando atrapalhar as infiltrações dos adversários e pressionaram na saída na saída de bola. Em uma dessas, ocasionaram dois erros de passes de Maguires, gerando perigo. Diatta aproveitou e cruzou na área. Dia emendou de primeira, mas acabou sendo bloqueado por Stones. Sarr pegou o rebote e mandou por cima do gol. 

No lá e cá, Senegal subiu suas linhas e a equipe de Gareth Southgate recuou e Sarr usou toda sua habilidade para tocar na medida para Dia, ele recuperou no campo ofensivo e girou para deixar o atacante em ótima posição dentro da área e soltar um foguete. Pickford fez milagre e salvou com uma das mãos. 

O jogo foi gerando espaços, as subidas dos senegaleses contribuíram para as saídas em contra-ataque do English Team. Aos 38, a estratégia funcionou. Harry Kane enfiou Bellingham em velocidade, o jogador do Borussia Dortmund rolou para trás e Henderson teve o trabalho de escorar com a canhota. E, numa bobeada no meio, Bellingham não perdoou, fugiu da falta e abriu com Foden, que tocou para Kane bater cruzado e fazer o seu primeiro gol no Mundial.

Foto: Divulgação/Fifa
Foto: Divulgação/Fifa

Administração do resultado

Senegal voltou para o segundo tempo rodando a bola. Mesmo assim, não conseguiam ser produtivos, enquanto a Inglaterra estava se aproximando da ampliação. Kane resolveu arriscar de longe, chutando firme e quase Mendy entregou ao cair de forma estranha, cedeu até rebote, mas correu para pegar. Depois da tentativa, o capitão armou a jogada para o terceiro gol, esticou com Fonden. O camisa 20 deixou Sabaly para trás e cruzou. Saka, na maior categoria, tocou por cima do goleiro. 

A Inglaterra ditava o ritmo, mas sem se preocupar em acelerar, já que tinha o resultado a favor. A falta de qualidade atrapalhava a vida dos Leões de Teranga para tentar a meta de Pickford. Sem mais preocupações, Three Lions diminuíram drasticamente visando o próximo confronto. 

Oi, França!

No próximo sábado (10), a Inglaterra irá medir forças com a atual campeã França, às 16h (de Brasília), também no Al Bayt.

VAVEL Logo