Pumas recebe Táchira buscando reverter vantagem e decidir classificado às quartas da Libertadores

Equipe mexicana precisa vencer por dois gols de diferença para avançar, já os venezuelanos dependem de um empate para avançar

Pumas recebe o Táchira para reverter vantagem e decidir quem se classifica às quartas

Nesta terça (03) às 23h45 o estádio Olímpico Universitário no México, o Pumas recebe o Deportivo Táchira pela fase de oitavas de final da Copa Libertadores 2016. Num duelo que se repete pela quarta vez no campeonato (dois pela fase de grupos) e o da semana passada no primeiro cotejo dessa fase.

Nos duelos anteriores, duas vitórias para o time venezuelano e um do time mexicano que agora precisa mais do que nunca, triunfar por dois gols de diferença para avançar, se vencer pelo placar mínimo levará o jogo para os pênaltis. Já o Táchira precisa de apenas um empate para avançar e pode perder por um gol desde que marque algum tento nesse jogo de volta.

Pumas agora foca na Libertadores, antes de decisão no campeonato local

Em situação complicada no campeonato local após a derrota para o Tijuana por 2 a 1 onde ocupa apenas há décima posição com 21 pontos e estando um ponto atrás do oitavo colocado, o Cruz Azul e precisando vencer na rodada final contra o América e depende de tropeços de Tigres e do próprio Cruz Azul para alcançar os oito primeiros lugares e chegar a Liguilla.

Antes disso a equipe vem a campo para a Libertadores contra o rival venezuelano para tentar avançar a próxima fase do torneio continental e assim chegar ao grupo de oito melhores equipes da América do Sul.

E um dos principais nomes da equipe o zagueiro Alejandro Castro que disse que o foco é ganhar.

"A semana foi complicada  porque não conseguimos o que tínhamos combinado, mas temos que ganhar e dar uma grande partida e confiamos em nosso trabalho. Nós temos lutado muito para chegar aqui e temos de ir adiante", disse sobre o que pensa sobre o jogo de amanhã.

"Temos que pensar jogo a jogo. Temos certeza que será complicada a classificação, mas sabemos que há possibilidades e temos que lutar. Pumas é uma equipe grande e não podemos desperdiçar nenhuma oportunidade que tenhamos a frente", completou Castro, que tem jogado como zagueiro e volante durante essa temporada.

Táchira quer fazer história novamente na Libertadores

Após 12 anos de sua melhor participação na história da Copa, o aurinegro quer voltar a esta fase da competição e novamente figurar entre os oito melhores do torneio.

A equipe agora irá encarar além de um rival já conhecido a equipe irá voltar a jogar na altitude de 2.000 metros onde foi goleado na fase de grupos por 4 a 1 e agora espera lograr um resultado melhor afim de conseguir avançar às quartas de final.

A equipe que viaja para o México não terá grandes desfalques e assim que está com boa campanha no campeonato local ocupando o segundo lugar mas não tendo mais chances de título que ficará com o Zamora.