Em duelo emocionante, Del Valle leva a melhor, mas gol fora deixa Pumas vivo na Libertadores

José Angulo construiu vantagem de dois gols, mas Martínez foi decisivo para descontar e decretar placar de 2 a 1, que mantém mexicanos bem inteiros na disputa

Em duelo emocionante, Del Valle leva a melhor, mas gol fora deixa Pumas vivo na Libertadores
Foto: Getty Images
Independiente del Valle
2 1
Pumas
Independiente del Valle: Azcona, Caicedo, Mina, Ayala, Nuñez, Arroyo, Orejuela, Angulo, Cabezas, Sornoza y José Angulo.
Pumas: Palacios; Alcoba, Verón, Fuentes, Alatorre, Castro, Cortez, Sosa, Britos (López), Quiñones e Herrera.
Placar: 1-0, min. 42', José Angulo. 2-0, min. 11'/2º, José Angulo. 2-1, min. 28'/2º, Martínez.
INCIDENCIAS: Partida válida pela ida das quartas de final da Copa Libertadores da América, disputada no Equador

No Rumiñahui, primeiro jogo das quartas de final para Independiente del Valle e Pumas. No Equador, os mandantes mostraram por onde, foram superiores e conquistaram a vitória para ter vantagem no confronto. José Angulo anotou dois gols para fazer 2 a 0. Martínez, no rebote da trave, descontou para 2 a 1.

O Independiente del Valle buscou repetir o saldo da vitória sobre o River Plate nas oitavas (2 a 0), mas, apesar da grande noite do meia Sornoza e do atacante Angulo, não conseguiu a abertura de mais um gol. Martínez, do outro lado, foi realmente o melhor nome do Pumas.

O jogo de volta será na próxima terça-feira (24), às 21h15, horário de Brasília, no estádio Olimpico Universitario, a casa do Pumas. O Independiente del Valle classifica às semifinais em caso de empate. Uma vitória simples por 1 a 0 dá vaga ao Pumas, por ter marcado gol qualificado.

Del Valle reage, cria melhores chances e abre o placar

A primeira grande chance do jogo foi do Pumas, que era mais presente no ataque no início. Aos 11 minutos, Sosa encontrou passe sensacional para entrada de Britos. Frente a frente com o goleiro, o jogador chutou à direita da meta, raspando a trave, e desperdiçou a oportunidade mexicana.

Aos 18 minutos, Angulo bateu pro gol cruzado e seu companheiro, quase na pequena área, se jogou de carrinho, mas não conseguiu tocar na bola para abrir o placar. O del Valle crescia no jogo. Aos 25', em escanteio cobrado da esquerda, o desvio do ataque veio do primeiro pau e o defensor Mina, no segundo, esteve livre para marcar, mas errou em bola para desespero dele mesmo e dos torcedores no Equador.

Aos 32', chegada do Pumas em troca de passes. Na última bola, Herrera receberia dentro da área e de frente ao crime, mas não dominou e a redonda chegou ao goleiro do Independiente del Valle. Com 35 minutos, Sornoza bateu cruzado como replay de outra jogada, Angulo dessa vez alcançou no carrinho e desviou rasteiro para o gol. O assistente marcou o impedimento para invalidar o gol dos mandantes.

Mas aos 42 minutos, não teve jeito. Sornoza é o lançador da equipe e colocou mais uma bola na medida. Angulo dominou na área, saiu da marcação e, mesmo desequilibrado, tirou do goleiro para fazer 1 a 0. Festa nas tribunas equatorianas e vantagem aos azuis e pretos. Com 46 minutos, o Del Valle ainda pediu pênalti, mas nada foi marcado na grande área do Pumas.

Angulo marca de novo, mas Pumas desconta e segue vivo no duelo

Aos 5 minutos, Sosa recebeu em velocidade na área dos mandantes, tomou o carrinho por baixo e o árbitro sinalizou apenas o escanteio. Na cobrança da direita, Alcoba subiu para tocar de cabeça, mas mandou longe da meta.

O primeiro cartão amarelo do jogo pintou para o camisa 16 Alatorre, por falta em Sornoza. A cobrança da falta foi rápida, inteligente e o cruzamento partiu da esquerda. Angulo, novamente, aproveitou o vacilo da defesa universitária e fez 2 a 0 em cabeçada no contrapé do goleiro Palacios. Mais um gol em lançamento consciente do del Valle.

Com 15 minutos, o essencial meia Sornoza finalizou de fora da área e mandou à esquerda da meta. No minuto seguinte, Sornoza teve uma chance ainda melhor, pegou sobra da defesa, invadiu a área pelo meio e chutou forte de canhota. O goleiro Palacios salvou com a perna para evitar o terceiro.

Aos 24 minutos, outro lançamento encaixado para José Angulo. Ele finalizou cruzado para o terceiro dele no jogo, a bola desviou e beijou a trave, para voltar aos braços de Palacios.

O gol que mudou a história veio de um lance bem ensaiado do ataque do Pumas. Cruzamento da direita, Britos cabeceou no segundo andar, acertou a trave e a redonda se ofereceu no centro da área para Martínez. O jogador soltou um chute forte e estufou as redes para descontar: 2 a 1.

Em novo cruzamento na área, Martínez se antecipou e testou com a bola rumando acima do travessão. A resposta do del Valle veio em armação pelo centro. Sornoza abriu na esquerda e Cabezas finalizou para fora, a 36 minutos.

Em segundo tempo emocionante, Martínez chegou novamente, cruzou rasteiro e a zaga do Independiente cortou no carrinho para colocar na linha de fundo. Os da casa tentaram o terceiro em chute de Ayala, de longe, a bola quicou no gramado, dificultou para Palacios, mas o goleiro fez defesa em dois tempos. Aos 49 minutos, o árbitro soou o apito pela última vez e a decisão da vaga fica para o México.