Asamoah Gyan pode estar de partida do Shanghai SIPG

Hulk e Mario Gomez são possíveis opções de substituição para o atacante ganês no clube chinês

Asamoah Gyan pode estar de partida do Shanghai SIPG
Asamoah Gyan pode estar com os dias contados no Shanghai SIPG (Foto: Sina Sports)

De acordo com o jornal South China Morning Post, o ganês Asamoah Gyan estaria de saída do Shanghai SIPG, atual quarto colocado da Super Liga Chinesa. O atacante está no clube comandado por Sven-Göran Eriksson desde julho de 2015, quando foi contratado junto ao Al-Ain, dos Emirados Árabes, por € 9 milhões.

Asamoah Gyan recebe o maior salário do time de Elkeson e Darío Conca. E tem sido o jogador estrangeiro mais ausente nos jogos da equipe, tendo perdido 11 das 21 partidas disputadas pelo SIPG em 2016. O ganês foi inscrito na Liga dos Campeões da Ásia, enquanto o marfinense Jean Evrard Kouassi foi deixado de fora, e ficou ausente de cinco dos nove jogos feitos pela equipe na competição.

Em sua temporada de estreia, Asamoah Gyan fez 11 jogos e cinco gols. Já em 2016, são dois gols em dez partidas. Com a chegada do brasileiro Elkeson em janeiro deste ano, a concorrência pelas posições de ataque se acirrou. E com a constante ausência recente do atacante ganês, o atacante reserva Jean Kouassi surpreendeu e fez três gols nos últimos três jogos do SIPG na Super Liga Chinesa.

Asamoah Gyan tem contrato com o Shanghai SIPG até 30 de junho de 2017. Segundo o jornal e o portal Goal.com, o treinador Sven-Göran Eriksson já enxerga duas alternativas para a saída do ganês: o brasileiro Hulk, do Zenit, e o alemão Mario Gomez, do Besiktas. O australiano Tim Cahill também chegou a ser mencionado, mas logo desmentido pelo treinador sueco em entrevista coletiva.