Estados Unidos e Costa Rica buscam primeira vitória na Copa América Centenário

Após primeira rodada ruim, Estados Unidos e Costa Rica tentarão buscar sua primeira vitória nesta terça-feira (7)

Estados Unidos e Costa Rica buscam primeira vitória na Copa América Centenário
Costa Rica não saiu do zero a zero contra o Paraguai (Foto: Alex Menendez/ Getty Images)

Nesta terça-feira (7), às 21h do horário de Brasília, Estados Unidos e Costa Rica vão ao gramado do Soldier Field, em Chicago, para buscar a primeira vitória na Copa América Centenário. Com derrota dos Estados Unidos e um empate ruim da Costa Rica na primeira rodada, as equipes entram em campo sabendo que precisam do resultado se quiserem vaga na próxima fase.

Com Colômbia e Paraguai no grupo, Estados Unidos e Costa Rica precisam vencer se não quiserem ficar para trás na luta pela vaga nas quartas-de-final. Esse confronto será a chance ideal para ambas as seleções de saírem na frente na luta pelo segundo lugar, já que mais tropeços podem custar caro.

Os norte-americanos ocupam a última colocação com zero pontos e uma derrota; já a Costa Rica está em segundo, empatada com o Paraguai, com um ponto e um empate.

Em último na classificação, Estados Unidos tentará conquistar sua torcida

Se os norte-americanos esperavam um torneio perfeito, esse sonho foi destruido logo no primeiro jogo. Contra a forte e preparada Colômbia, os donos da casa acabaram tendo muitos problemas no primeiro tempo, assistindo assim os adversários contruírem o placar e levarem o duelo por 2 a 0.

Apesar de melhorar no segundo tempo, a equipe dos Estados Unidos sabe que precisa fazer mais se quiser conquistar patamares mais altos na Copa América Centenário. O fraco desempenho na segunda etapa deixou o alerta ligado principalmente para os contra-ataques, forte arma colombiana e que pode ser utilizada pela Costa Rica. Além disso, os norte-americanos pecaram e muito nas finalizações.

O treinador Jurgen Klinsmann deve manter a escalação inicial por segurança, já que desde a convocação não tem saído do previsível. Entretanto, a equipe sabe que se não vencer esse duelo pode dar adeus a Copa América Centenário mais cedo.

Costa Rica pode recuperar os pontos perdidos

Se a primeira partida contra o Paraguai teve nível técnico bem abaixo do esperado, o segundo confronto pode trazer um novo lado da Costa Rica. Após encantar o mundo com o desempenho na Copa do Mundo de 2014, os torcedores esperam encontrar a mesma vontade e capacidade na Copa América Centenário.

Jogando mal e não conseguindo encaixar seu estilo, os costarriquenhos podem apostar exatamente na mesma arma da Colômbia, que é o contra-ataque. Sabendo que os Estados Unidos vão para cima, essa deve ser a estratégia escolhida por Óscar Ramírez.

Sem seu goleiro Keylor Navas e o zagueiro Kendall Watson, expulso no minuto final da partida, o sistema defensivo da Costa Rica fica comprometido, mas a seleção espera não enfrentar problemas por isso. Além disso, Joel Campbell deve ser a principal arma do ataque e pode vazar o gol norte-americano.