Tentando antecipar classificação, Peru encara Equador no Arizona

Seleção peruana vai ao University of Phoenix para tentar encaminhar vaga; Equador precisa vencer para seguir na disputa

Tentando antecipar classificação, Peru encara Equador no Arizona
Guerrero é esperança de gols da seleção (Foto: MARK RALSTON/AFP/Getty Images)

Vencendo o Haiti na primeira rodada, o Peru chega como líder do Grupo B e planeja continuar assim. Contra o Equador, que empatou com o Brasil por 0 a 0, os peruanos têm a chance de praticamente garantir a vaga já nesta partida. As equipes entram em campo nesta quarta-feira (8), às 23h (horário de Brasília), no Estádio University of Phoenix, no Arizona. O vencedor pode assumir a liderança do grupo dependendo do resultado de Brasil x Haiti, que será disputado no mesmo dia.

Se o Peru tem nas mãos a chance de, caso vençam, respirar aliviado com uma quase garantida classificação, o Equador precisa manter os olhos abertos nesse confronto. Vindos de empate contra o Brasil, quando jogaram melhor e ainda foram prejudicados com um gol mal anulado, a seleção equatoriana deve trabalhar nos pontos fracos peruanos e precisa se esforçar para vencer.

Atualmente, o Peru ocupa a primeira colocação do Grupo B com três pontos. Em seguida, Brasil e Equador dividem a segunda colocação com um ponto cada. Na lanterna está o Haiti, que ainda não conquistou pontos.

Contando com Guerrero, Peru precisa vencer para respirar mais aliviado

Se os peruanos esperavam jogo fácil contra o Haiti, logo perceberam que não seria tão simples assim. Os diversos erros nas finalizações, que vêm assombrando a equipe há meses, mais uma vez atrapalharam os planos de conquistar um bom saldo de gols na competição, deixando o placar final apenas em 1 a 0. Além disso, o Peru viu os haitianos quase empatarem e fecharem bem a defesa, mostrando que a seleção ainda precisa melhorar muito.

Com gol de Paolo Guerrero na estreia, o Peru chega mais esperançoso ao duelo contra o Equador, principalmente porque seu principal artilheiro conseguiu voltar a marcar. Entretanto, a equipe certamente não pode depender apenas dele, já que o atacante do Flamengo ainda está errando bastante.

Apesar do desempenho muito abaixo do esperado, a vitória na estreia foi importante para dar um gás a mais aos peruanos, que estão em crise e precisam de bom desempenho na Copa América Centenário. Com o resultado, a equipe tem uma chance de ouro nas mãos. Em caso de vitória, o Peru abre seis pontos e deixa os adversários para trás, garantindo boa vantagem e praticamente assegurando a vaga nas quartas-de-final.

O treinador Ricardo Gareca não deve fazer grandes alterações justamente para manter a base, mas precisará trabalhar alguns pontos que certamente são os fortes do Equador, como a defesa e o contra-ataque.

Após empate polêmico, Equador sabe a importância do resultado positivo

O frustrante empate contra o Brasil no Rose Bowl, em Los Angeles, deixou o Equador com sensação de derrota. Jogando muito bem e deixando toda estratégia brasileira para trás, os equatorianos não levaram os três pontos por pouco, já que o árbitro da partida anulou o gol legal de Miller Bolaños e o placar acabou não mudando depois.

A partida não mostrou o melhor que os líderes das Eliminatórias para a Copa do Mundo 2018 podem oferecer, mas deixou claro que o Equador tem um elenco forte e que não chega apenas para passear nos Estados Unidos. Os comandados de Gustavo Quinteros mostraram que formam uma das seleções mais bem preparadas do torneio e chegam para buscar o título da Copa América Centenário.

Quinteros não deve fazer grandes alterações na equipe apesar de não ter chegado ao melhor desempenho possível no último jogo. Entretanto, o treinador deve se aproveitar os problemas peruanos, como alguns espaços defensivos e os erros de ataque, para conquistar o resultado e deixar a classificação do grupo aberta. Para o Equador, apenas a vitória interessa contra o Peru.