Bale marca golaço, Robson-Kanu decide e Gales bate Eslováquia

Após 58 anos longe de grandes competições, País de Gales volta com vitória; eslovacos têm situação complicada no grupo

Bale marca golaço, Robson-Kanu decide e Gales bate Eslováquia
Foto: Divulgação/Uefa
País de Gales
2 1
Eslováquia

País de Gales e Eslováquia trataram de dar continuidade ao segundo dia da Eurocopa 2016, neste sábado (11), após o triunfo suíço sobre a Albânia, por 1 a 0. No lotado estádio Matmut Atlantique, cheio de galeses, localizado na cidade de Bordeaux, a seleção de Gareth Bale bateu o time do meia Marek Hamsik por 2 a 1. Os gols da partida foram marcados por Bale e Robson-Kanu, para Gales, e Duda, a favor do derrotado conjunto eslovaco.

Com o resultado, Gales assume a liderança do grupo B com três pontos e empurra a Eslováquia para a lanterna provisória sem nenhum ponto ganho. Esses números poderão mudar depois do jogo entre Inglaterra e Rússia, logo mais. 

Leia mais: Bale é o cara para conduzir os galeses a mais uma façanha

O confronto teve etapa inicial pouco empolgante, sem maiores sustos para País de Gales ou Eslováquia. Em 45 minutos de muito trabalho defensivo, as seleções não cederam tantos espaços e não se pôde observar grandes ações dos maiores craques de cada uma, Bale e Hamsik. De qualquer forma, a dupla terminou deixando suas respectivas marcas. O atleta do Real Madrid com seu golaço de falta; e Hamsik com um quase gol lindo, que por pouco não parou na meta.

A 2ª metade teve mais emoções, principalmente depois do gol de Ondrej Duda, obrigando Gales a atacar e deixar buracos. Contudo, 20 minutos mais tarde o centroavante Hal Robson-Kanu recebeu na área e, sem muito equilíbrio, decidiu um duro jogo a favor dos comandados do técnico Chris Coleman. Agora País de Gales soma três pontos, contra nenhum da Eslováquia. Inglaterra e Rússia ainda vão se enfrentar por este grupo, o B da Eurocopa da França.

Logo aos 10 minutos de partida, Gareth Bale colocou sua equipe na frente. Com uma cobrança de falta cheia de efeito, variando conforme a bola caía, Bale furou o arqueiro Matus Kozacik - que, todavia, se aproximou da redonda a tempo de evitar o tento e não o fez, aceitando a finalização. Antes disso, porém, Marek Hamsik literalmente driblou metade do time galês e quase anotou um gol antológico em Bordeaux, mas foi bloqueado por Ben Davies.

Foto: Divulgação/Uefa
Foto: Divulgação/Uefa

Tendo o resultado em mãos, Bale e companhia passaram e tomar menos a iniciativa que outrora, forçando a Eslováquia a construir suas jogadas e não só contra-atacar. Mas esbarrando no bom sistema de marcação de Coleman, os eslovacos não criaram outros perigos. Isso mudaria no 2º tempo.

Duda pode ser considerado um predestinado, pois entrou aos 15 da 2ª etapa e empatou o duelo logo no minuto seguinte. Na reta final, em contrapartida, brilhou a estrela de Robson-Kanu. 10 minutos após pisar no gramado, substituindo Jonathan Williams, Kanu recebeu de Aaron Ramsey para dar números finais à batalha.