Sturridge marca nos acréscimos, Inglaterra derrota País de Gales e assume liderança do Grupo B

Bale abre o placar com falha de Hart, Vardy empata para os Three Lions e Sturridge já nos acréscimos garante primeira vitória inglesa na Eurocopa

Sturridge marca nos acréscimos, Inglaterra derrota País de Gales e assume liderança do Grupo B
Ingleses celebram primeiro resultado positivo | Foto: VI Images via Getty Images
Inglaterra
2 1
País de Gales
Inglaterra: Hart; Walker, Smalling, Cahill e Rose; Dier, Rooney, Dele Alli e Lallana (Rashford, min. 73'); Sterling (Sturridge, intervalo) e Kane (Vardy, intervalo)
País de Gales: Hennessey, Gunter, Chester, Williams, Taylor e Davies; Ledley (Edwards, min. 65'), Ramsey e Allen; Robson-Kanu (Williams, min. 72') e Bale
Placar: 0-1. min. 42' Gareth Bale 1-1, min. 56' Jamie Vardy 2-1, min. 92' Daniel Sturridge
ÁRBITRO: Felix Brych (Alemanha) | Cartões Amarelos: Ben Davies (GAL), min. 61'
INCIDENCIAS: Confronto válido pela segunda rodada do Grupo B da Eurocopa 2016, a ser realizado no Estádio Bollaert-Delelis, em Lens

A cidade de Lens, situada no norte da França - sede da Eurocopa 2016, foi palco na manhã desta quinta-feira (16) do confronto britânico entre Inglaterra País de Gales, válido pela segunda rodada do Grupo B da competição europeia.

Com todos os gols no segundo tempo, os torcedores no Stade Bollaert-Delelis viram a vitória inglesa por 2 a 1, com o gol de virada já nos acréscimos. Bale abriu o placar para os galeses, porém Vardy Sturridge desempataram para a Inglaterra.

Com o resultado, os comandados de Roy Hodgson assumem a liderança do Grupo B, com quatro pontos e dependem apenas de si para avançar para a fase eliminatória. Os galeses são vice-líderes com três pontos, seguido pela Eslováquia com o mesmo número, e a lanterna Rússia, com apenas um.

Na rodada derradeira da chave, os Three Lions enfrentarão a Eslováquia, no Stade Geoffroy Guichard, em Saint-Étienne, enquanto os Dragons jogam diante da Rússia, no Stadium Municipal de Toulouse. Ambas as partidas ocorrem na próxima segunda-feira (20), às 16h.

Inglaterra pouco produz e Bale abre o placar após falha de Hart

O início da primeira etapa foi de estudo por parte das seleções. Com formações similares, as equipes britânicas buscavam o domínio no setor central. Aos 7’, Kane encontrou Lallana, que puxou rápido contra-ataque, cruzou na medida para Sterling na pequena área, mas o jogador do Manchester City acabou finalizando por cima.

Gales respondeu logo na sequência, após Robson-Kanu ganhar de Smalling no corpo, Bale ficou com a bola e finalizou firme, mas Cahill impediu que o chute fosse em direção ao gol, desviando para escanteio. Na cobrança, a zaga inglesa afastou o perigo.

A segunda metade do primeiro tempo permaneceu no mesmo nível. Mesmo com inúmeros erros de saída de bola – ainda no campo de defesa, o País de Gales não sofria riscos devido a falta de criatividade do upfront inglês. Aos 26’, Rooney cobrou falta na grande área, Cahill cabeceou mas Hennessey fez defesa tranquila.

Minutos depois, um lance polêmico da arbitragem. Sterling cruzou na cabeça de Kane, que finalizou em direção ao gol, mas a bola desviou no braço de Ben Davies. O árbitro alemão Felix Brych mandou o jogo seguir, causando reclamação por parte dos torcedores e jogadores ingleses.

Pecando em jogadas trabalhadas, a Inglaterra investia em bolas aéreas, levando perigo mais uma vez ao gol galês. Rooney cobrou escanteio na cabeça de Smalling, que finalizou com perigo, raspando a trave direita de Hennessey.

A primeira metade do confronto britânico já se encaminhava para o fim, quando aos 42’, o País de Gales teve sua primeira boa oportunidade de abrir o placar, e foi feliz. Gareth Bale cobrou bela falta de longe, contou com falha de Hart e estufou as redes em Lens, inaugurando o marcador na França. Após o gol, pouco tempo para ambas as equipes produzirem algo ainda no primeiro período, e Felix Brych apitou o fim de jogo, com os galeses vencendo pelo placar mínimo.

Kane cabeceia em direção ao gol e bola desvia no braço de Davies; arbitragem mandou seguir (Foto: Reprodução/twitter.com/England)
Kane cabeceia em direção ao gol e bola desvia no braço de Davies; arbitragem mandou seguir (Foto: Reprodução | twitter.com/England)

Vardy empata, Sturridge vira nos acréscimos e garante primeira vitória inglesa na Eurocopa

Ainda no intervalo, o treinador Roy Hodgson efetuou duas alterações: Kane e Sterling saíram para as entradas de Vardy e Sturridge, respectivamente. As mudanças buscavam dar mais amplitude ofensiva aos Three Lions, após um fraco primeiro tempo por parte dos substituídos.

O cronômetro marcava 55’ quando Rooney recebeu na entrada da área, bateu colocado, mas Hennessey fez excelente defesa. Na sequência, a estrela de Vardy brilhou mais uma vez. Cruzamento na área galesa, o capitão Williams acabou afastando mal e o atacante do Leicester, bem posicionado, estufou as redes em Lens para igualar o marcador.

Após o empate, a Inglaterra se manteve com a posse de bola, chegando aos 70%. Em contra-partida, os galeses buscavam esfriar o jogo para segurar o adversário, que tinha a obrigação de vencer para seguir com boas chances de classificação.

A etapa final se aproximava dos 15 minutos derradeiros quando Hodgson fez sua terceira alteração, colocando seu terceiro atacante. O jovem Rashford, do Manchester United, entrou no lugar de Lallana. O País de Gales pouco levava perigo ao gol de Hart, Williams tentou surpreender o goleiro inglês com chute de fora da área, mas a finalização foi por cima.

A pressão inglesa finalmente surtiu efeito já nos acréscimos. Vital, Sturridge entrou na grande área e finalizou rasteiro, a bola chegou a desviar em Hennessey, mas insuficiente para impedir o gol da vitória da Inglaterra, que assumiu a liderança do Grupo B da Eurocopa com o resultado.

Sturridge celebra gol da vitória inglesa já nos acréscimos | Foto: Dan Mullan/Getty Images
Sturridge celebra gol da vitória inglesa já nos acréscimos | Foto: Dan Mullan/Getty Images