Resultado Bélgica x Irlanda pela Eurocopa (3-0)

Resultado Bélgica x Irlanda pela Eurocopa (3-0)
Bélgica
3 0
Irlanda
Bélgica: Courtois; Meunier, Alderweireld, Vermaelen, Vertonghen; Witsel, Dembélé (Nainggolan 56'), Carrasco (Mertens 63'), De Bruyne, Hazard; Lukaku (Benteke 81').
Irlanda: Randolph; Coleman, O'Shea, Clark, Ward; Hendrick, Whelan, McCarthy (McClean 62'), Brady; Hoolahan; Long (Keane 78').
Placar: 1-0, min. 47, Lukaku. 2-0, min. 61, Witsel. 3-0, min. 70, Lukaku.
ÁRBITRO: Cüneyt Çakır (TUR). Amarelos: Hendrick 42', Vermaelen 50'
INCIDENCIAS: partida válida pela segunda rodada do grupo e da eurocopa, jogado no malmut atlantique, em bordeaux, frança.

11:55 Ficamos por aqui em mais uma transmissão em tempo real. Convido a todos que fiquem conosco para acompanhar mais da Eurocopa, da Copa América, campeonatos nacionais e muito mais! Obrigado a todos que ficaram até aqui, um abraço e até a próxima!

11:52 No próximo dia 22, a definição do grupo acontece. A Bélgica joga contra a Suécia e a Irlanda contra a Itália às 16h, horário de Brasília. 

11:51 Com a vitória, os belgas sobem para a vice-liderança com três pontos no grupo E, que tem a Itália como líder com seis pontos. Irlanda cai e agora fica na lanterna do grupo com um ponto ganho, mesmo número que Suécia, mas leva desvantagem em saldo. 

90+3' FIM DE PAPO NO MALMUT ATLANTIQUE! A Bélgica bate a Irlanda por três gols de diferença e assume a segunda colocação do grupo E. 

90' Mais três minutos de acréscimos.

87' Jogo dá uma esfriada e equipes apenas esperam o fim do jogo. 

84' McClean bate falta direto pro gol e a bola vai pra fora. 

82' De Bruyne tenta chute de fora com força, mas Randolph faz a defesa. 

81' SUBSTITUIÇÃO NA BÉLGICA! Sai: Lukaku. Entra: Benteke, 

80' Mertens tenta chute de fora, mas sem sucesso. 

79' Bola alçada na área e McClean toca fraquinho de cabeça para o gol. Courtois fica com ela. 

78' SUBSTITUIÇÃO NA IRLANDA! Sai: Long. Entra: Keane.

77' A Irlanda até que tenta algo,mas claramente não consegue, 

Confira os três gols do jogo até aqui!

72' Segundo tempo da Bélgica é arrasador! Equipe troca os papéis com a Irlanda e passa a deixar o adversário chegar no ataque para partir em contra-ataque rápido. 

70' Em contra-ataque rápido belga, Hazard ganha da marcação, avança com velocidade e, dentro da área, toca para Lukaku só tirar do goleiro e fazer o terceiro da Bélgica no jogo. 

70' GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOLLLLLLLLLLL DA BÉLGICA!! LUKAKU NOVAMENTE!!!

69' Cruzamento para a área irlandesa passa por todo mundo. 

68' De Bruyne arrisca chute de fora da área, mas a bola sobe demais. 

67' Novo cruzamento para a área e Courtois, novamente, faz a defesa.

66' Coleman aparece na área, cruza para o meio e Courtois faz a defesa. 

64' Hazard carrega pelo meio e arrisca chute de fora, mas explode na marcação. 

63' SUBSTITUIÇÃO NA BÉLGICA! Sai: Carrasco. Entra: Mertens. 

62' SUBSTITUIÇÃO NA IRLANDA! Sai: McCarthy. Entra: McClean. 

61' Troca de passes em frente à área da Irlanda, os belgas acharam espaço pela direita para levantar na área para Witsel, que subiu sozinho para fazer o segundo da sua seleção no jogo. 

61' GOOOOOOOOOOOOOOOLLLLLLLLLLLLLL DA BÉLGICA!!!!!! WITSEL!!

58' Brady aproveita bola sobrada na área e tenta chute com força, mas a marcação estava em cima para atrapalhar a trajetória da bola. 

57' Tentativa da Irlanda de atacar acaba finalizada quando zaga afasta. 

56' SUBSTITUIÇÃO NA BELGICA! Sai: Dembélé. Entra: Nainggolan. 

54' Witsel arrisca chute de fora, mas a bola vai nas mãos de Randolph

53' Tentativa de toque na área, a bola bate na mão de Witsel, porém juiz não marca nada. 

52' Cruzamento para a área belga, Vertonghen consegue afastar.

51' Whelan arrisca de fora da área, mas, desviada, vai para escanteio. 

50' CARTÃO AMARELO PARA VERMAELEN!

49' Após o gol, a torcida belga comemora muito, porém os irlandeses continuam apoiando sua nação. 

47' Lukaku, que deu início ao contra-ataque, correu o campo todo e recebeu de frente da área, ajeitou para a esquerda e chutou colocado no cantinho para abrir o placar em Bordeaux. 

47' GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOLLLLLLLLLLL DA BÉLGICA!!! LUKAKU!!! NO CANTINHO!!

46' Bola pra área belga e a zaga consegue afastar.

45' ROLA A BOLA PARA O SEGUNDO TEMPO!

10:59 Jogadores começam a voltar pro gramado para dar início à segunda etapa.

10:49 Bélgica tem maior controle sobre a partida, tendo mais posse de bola, porém não consegue penetrar na zaga marcação que a Irlanda impõe. Estilo de jogo do irlandeses, por outro lado, colabora para dominação belga: eles esperam o adversário para sair em contra-ataque, mas a maioria das vezes acabam no chute longo para Long

45' FIM DE PAPO NO PRIMEIRO TEMPO! Nada de acréscimos e nem de gol nesta primeira etapa. 

45' Levantamento na primeira trave, Witsel cabeceia nas mãos de Randolph

44' Tentativa de cruzamento fechado, O'Shea tira para escanteio. 

43' CHANCE!! De Bruyne cruza para a área e Vertonghen, improvisando um chute, manda por cima de todo mundo, assim como do gol. 

42' CARTÃO AMARELO PARA HENDRICK!

41' TIRA EM CIMA DA LINHA!!! Escanteio cobrado e o cabeceio aconteceu, porém Hoolahan estava em cima da linha para afastar.

40' Hazard chuta cruzado da direita e a marcação tira. 

39' Lançamento de Brady pra área é afastado pela zaga. 

38' Witsel tenta chute forte de fora da área, mas a bola explode na zaga. 

36' Levantamento de De Bruyne passa por todo mundo, mas não pro Carrasco do outro lado do campo, que domina a bola. 

35' Cruzamento para a área em escanteio, teve tentativa de bicicleta e desvios, mas foi Vertonghen quem cabeceou, porém pra fora. 

34' Hazard tenta jogada individual pela direita, mas marcação afasta para lateral.

33' Em resposta, a Bélgica tenta cruzamento para Lukaku, mas muito alto. 

32' Em contra-ataque, Hendrick tenta toque para Long, porém a bola vai muito fraca, dando chance para os adversários tirarem.

31' Levantamento para a área e Clark cabeceia para fora, sem perigo. 

29' Em jogada rápida da Bélgica, De Bruyne toca para Meunier chutar, porém acaba chutando errado, mandando pra fora. 

28' CHANCE! De Bruyne arrisca chute de fora da área, mas a bola vai fraca e Randolph faz a defesa. 

27' Long ganha na corrida de Alderweireld, mas árbitro marca impedimento. 

26' Quando os irlandeses vêm ao ataque, acabam chegando em menor número e a Bélgica não recua seus meias para ajudar. Isso dá espaço para os boys trabalharem. 

24' Lançamento para Carrasco que chuta para o gol sozinho, Randolph defende e no rebote Yannick manda para o fundo das redes, mas a arbitragem, viu impedimento no primeiro lance. 

23' Bélgica tenta se organizar no ataque e toca bola na frente da área do adversário.

22' Em disputa entre Vertonghen e Coleman, juiz acaba dando falta do irlandês. 

21' Alderweireld sai errado, dá chance para Irlanda na entrada da área, mas consegue roubar a bola para se recuperar.

20' QUE PERIGO!!! Depois de novo levantamento na área, a bola sobra para Hazard que chegou chutando de primeira, mas manda por cima do gol. 

19' No novo cruzamento, Courtois subiu e ficou com a bola. 

18' Cruzamento fechado é desviado na primeira trave e vai para fora, porém a bola bate em um belga antes de sair. 

17' Irlanda consegue trocar alguns passes no campo de ataque. Acabou resultando em um escanteio. 

16' UUUUHHHHHHH!! Em bola mandada para a área por De Bruyne, ela passa por todo mundo e morre na linha de fundo. 

14' Nesses primeiros minutos, a Bélgica mantém maior intensidade e pressiona adversários.

13' Tática dos irlandeses de fato é bem simples: quando rouba a bola, chutão na direção de Long

12' UUUUUUUHHHHHHH!!! Alderweireld consegue subir no cruzamento vindo do escanteio e cabeceia, porém a bola passa à esquerda da meta.

11' Com a defesa bem fechada, Bélgica tenta vários escanteio no início do jogo. 

10' Tentativa cruzamento é falha quando a zaga irlandesa tira.

9' Encurralada, zaga belga toca para Courtois que é surpreendido por Long, que tenta chegar primeiro para roubar. O goleiro consegue o bico para frente.

8' Nova chegada belga é paralisada com impedimento de Carrasco

7' Cruzamento para área irlandesa, Randolph fica com ela.

6' Tentativa de criação pela esquerda agora dos irlandeses, mas sem sucesso. 

5' Belgas agora trocam passes com o objetivo de se aproximar mais da área irlandesa. 

4' De Bruyne faz bela jogada, gira na marcação e toca para Carrasco que cruza rasteiro com força nas mãos de Randolph

3' Equipe irlandesa, sempre que teve a bola no campo de defesa, deu chutão.

2' Agora é a vez da Bélgica de tentar jogar. Equipe troca passes pelo meio. 

1' Irlanda tenta investida pela direita, mas é desarmada, bola vai para fora e ganha laterall!

0' BOLA ROLANDO! A Bélgica dá a saída. 

Perfiladas para os hinos, as seleções já os ouviram e agora dão continuidade para a cerimônia! Falta pouco!

A Irlanda de O'Neill está escalada com: Randolph; Coleman, O'Shea, Clark, Ward; Hendrick, Whelan, McCarthy, Brady; Hoolahan; Long.

A Bélgica vem campo assim: Courtois; Meunier, Alderweireld, Vermaelen, Vertonghen; Witsel, Dembélé, Carrasco, De Bruyne, Hazard; Lukaku.

Com uma hora para a pontapé inicial, as equipes anunciaram as suas escalações. 

Citando o jogo contra a Itália, o treinador da Irlanda, Martin O'Neill, comentou que a Bélgica irá vim com a 'faca nos dentes' para tentar recuperar os pontos perdidos na estreia. "Individualmente eles têm o poder de nos machucar. Se eles estão desapontados com eles mesmos devido ao revés contra a Itália, certamente vão vir com tudo que têm para ratificar isto", explicou. 

Entendendo a importância que é essa partida contra a Irlanda, o treinador da Bélgica, Marc Wilmots o definiu como a primeira final de duas finais. "Esses dois últimos jogos é vencer ou voltar pra casa. A começar por esse contra a Irlanda, que será realmente de vida ou morte. Temos que estar focados e concentrados para esse jogo e não desligados e agindo como idiotas em campo", disse.

O palco do confronto será o Matmut Atlantique, estádio que fica na cidade de Bordeaux. Tem capacidade para 42.115 pessoas e foi construído para essa Eurocopa. 

Foto: David Maher/Getty Images
Foto: David Maher/Getty Images

O árbitro da partida será Cüneyt Çakır, da Turquia. Desde 2003 na Uefa, o turco já teve presença como quarto árbitro na final da última Euro, liderou a final do Mundial de Clubes no mesmo ano e participou de muitos jogos na última Champions League. 

FIQUE DE OLHO! Shane Long, atacante da Irlanda. Apesar de saber que sua presença em campo é duvidosa, o atacante do Southampton pode ser muito importante e decisivo quando estiver em campo. Movimentação certa, finalização fatal e jogadas individuais são algumas das armas que Long tem. A seleção precisará muito dele se quiser algo de bom. 

Foto: Matthew Ashton/Getty Images
Foto: Matthew Ashton/Getty Images

FIQUE DE OLHO! Eden Hazard, meia da Bélgica. Estrela e camisa 10 do Chelsea da Inglaterra, o meia acabou não tendo uma temporada brilhante nos Blues. Só foi marcar gol nas últimas rodadas na PL e foi bastante criticado durante a época. No final, sabemos que a sua habilidade e talento são incontestáveis, e assim, com uma bola enfiada, uma jogada individual, um chute de fora ou até mesmo em uma jogada de bom posicionamente para empurrar ao fundo das redes, Hazard é a arma principal dos belgas para a vitória. 

Foto: Julian Finney/Getty Images
Foto: Julian Finney/Getty Images

Os irlandeses, por outro lado, tiveram que ir para a repescagem. Em um grupo com Alemanha e Polônia, os Boys in Green disputaram até o final com a Escócia pela vaga da respecagem. Conseguiram, e nela eliminou a Bósnia em um agregado de 3 a 1, ocasionando muita festa do lado oeste do Mar da Irlanda. 

Para conseguir chegar na fase final da Eurocopa, a Bélgica terminou na liderança do seu grupo das eliminatórias. Foram 23 pontos conquistados no fim, com sete vitórias, dois empates e uma derrota totalizando 10 partidas. Em um grupo com País de Gales, a expectativa seria que ambos brigassem pela primeira posição, mas que no fim avançassem juntas. 

Na primeira rodada, os times viveram situações parecidas. Jogando o confronto direto pela liderança do grupo, a Bélgica perdeu por 2 a 0 para a Itália e terminou a rodada na lantera do chave. A Irlanda, por sua vez, empatou contra e, devido a derrota dos suecos na abertura da segunda rodada do grupo, se encontra na segunda posição. 

A partida da transmissão em tempo real que acompanharemos hoje será a segunda rodada do grupo E, no jogo entre a favorita Bélgica e a Irlanda, que será disputado no Stade de Bordeaux, em Bordeaux, na França. 

LEIA MAIS: Guia VAVEL da Eurocopa 2016

E então chegamos a 2016, ano em que a França sediará pela terceira vez em sua história a competição. Será que o tri dos franceses também acontecerá? Isso nós iremos descobrir no dia 10 de julho, no Stade de France, onde será a grande final do torneio. A VAVEL, por sua vez, fará uma cobertura única durante todo o mês de Eurocopa!

Pelo segundo ano seguido, a Euro de 2012 teve como anfitriões dois países: Polônia e Ucrânia. Foi vencida pela Espanha, se tornando a primeira nação a ganhar três torneios oficiais em sequência (Euro 2008, Copa do Mundo 2010 e Euro 2012). Foi marcada também pela Euro com maior número de gols de cabeça na história (26 dos 76 gols) e também com um gol não marcado no jogo da Inglaterra e Ucrânia pela fase de grupos, onde o replay mostrou que a bola passou a linha de gol. Isso fez com que o então presidente da Fifa, Sepp Blatter, abraçou a ideia.

Foto: Shaun Botterill/Getty Images
Foto: Shaun Botterill/Getty Images

Quatro anos mais tarde, a Áustria e Suíça sediaram o que seria a segunda vez que dois países dividiriam a organização. Este ano ficou marcado como o primeiro da era vitoriosa que a Espanha viveu (venceria a Copa do Mundo de 2010 e a Euro de 2012), além de encantar o mundo com o futebol de posse de bola. Os espanhóis venceram o torneio com um gol de Fernando Torres na final contra a Alemanha, sendo o primeiro título desde 1964, levando o país à loucura nas comemorações.

Foto: Matthew Ashton/Getty Images
Foto: Matthew Ashton/Getty Images

Na Uefa Euro 2004, assim como em 1992, produziu uma chateação: a Grécia, que só havia se classificado pra uma Copa do Mundo em sua história e uma Eurocopa, venceu os anfitriões de Portugal por 1 a 0 e, no caminho para a final, bateu os atuais campeões da França, além da República Tcheca com um gol de prata, regra que substituiu o gol de ouro em 2003. Depois disso, acabou sendo eliminado no futebol.

No ano de 2000 aconteceu o que seria o primeiro torneio a ser sediado por dois países: Holanda e Bélgica. Recém-campeão da Copa do Mundo, a França venceu a Euro por 2 a 1 na final contra a Itália, quando estava perdendo por 1 a 0 no tempo normal (vencida na prorrogação). Eram os favoritos e sobreviveram às expectativas.

A Inglaterra sediou a primeira Euro com 16 seleções, formato que continuou assim por 20 anos. O país-sede foi eliminado nos pênaltis pela Alemanha, que viria a vencer o torneio por 2 a 1 contra a recém-formada República Tcheca, graças ao primeiro gol de ouro marcado em uma competição oficial. Essa, porém, foi o primeiro título da Alemanha unificada.

O torneio então se seguiu para a Suécia, a primeira vez que a Euro era disputada na Escandinávia. Os vizinhos da Dinamarca, no entanto, foram os grandes vencedores daquele ano de 1992, porém só puderam disputar a final pois a Uefa não permitiu que a Iugoslávia jogasse-a, visto que alguns de seus estados estavam em guerra. Os dinamarqueses venceram a Holanda nos pênaltis na semifinal e bateram a Alemanha unificada por 2 a 0. Curiosidade: primeiro torneio em que a Alemanha disputou sendo uma só.

Em 1988, a Holanda venceu na casa dos seus rivais, Alemanha Ocidental. Com direito a vitória sobre os donos da casa por 2 a 1 nas semifinais, venceram a União Soviética na grande final disputada em Munique por 2 a 0, onde Marco van Basten marcou um dos gols que entrou para a história: um voleio sobre o goleiro pela direita. Reveja:

Quatro anos mais tarde, a França venceu o seu primeiro torneio oficial e em casa. Sede da competição pela segunda vez, os franceses viram Michel Platini marcar um recorde de nove gols em apenas cinco jogos, incluindo o primeiro gol na final, que acabou por 2 a 0 contra a Espanha. O formato mudou naquela vez: os dois primeiros colocados dos grupos disputariam a semifinal. A disputa de terceiro lugar foi eliminada.

No ano de 1980, a Euro passaria a ter oito seleções disputando o troféu. Foi disputada novamente na Itália e viu-se a criação da fase de grupos na competição, onde os vencedores deles disputariam a final e os segundo colocados iriam ver quem ficava com a medalha de bronze. A Alemanha Ocidental venceu a Bélgica por 2 a 1, em jogo disputado no Olímpico de Roma.

Nas próximas duas disputas, a Alemanha Ocidental venceu em 72 na Bélgica, mantendo uma base para seu título da Copa do Mundo em 74. Quatro anos mais tarde, a Tchecoslováquia foi campeã na última vez que quatro seleções disputavam o torneio na recém-criada disputa de pênaltis, batendo a atual campeã.

Conforme os anos iam se passando, a Euro passou a ter maior visibilidade no continente. Um atestado disso seria o aumento, mais uma vez, para 31 seleções nas eliminatórias, dessa vez para jogar no ano de 68, sediada e vencida pela Itália. Foi o único ano em que uma partida foi decidida na sorte, vencida pelo país sede contra a União Soviética na semifinal. A campeã precisou vencer a Iugoslávia num replay por 2 a 0 depois de ter empatado por 1 a 1 no primeiro jogo.

A Espanha, desistente no torneio anterior, sediou a Euro em 1964, ano em que foi visto mais seleções participando das eliminatórias, pulando de 17 para 29. Alemanha Ocidental continuava sem participar e, naquele ano, a Grécia desistiu depois de ter sido sorteado um confronto com Albânia, país em que estava em guerra. Os anfitriões venceram por 2 a 1, em Madri, contra a atual campeã União Soviética.

Na primeira vez que a Euro foi disputada, apenas 17 clubes tentaram a chance de chegar na fase final do torneio. Naquela ocasião, a Espanha chegou a desistir nas quartas de final devido a protestos políticos. Grandes seleções que não participaram daquela vez: Inglaterra, Alemanha Ocidental, Itália e Holanda. A grande campeã foi a União Soviética, vencendo a Iugoslávia por 2 a 1, em final realizada em Paris.

O campeonato começou a ser realizado em 1960, contendo apenas quatro seleções. Esse número seguiu até 1976, porque em 1980 oito seleções passaram a participar do torneio até que a partir de 1996, há 20 anos atrás, 16 times chegavam até a fase final da disputa pelo caneco. Essa sucessão de mudanças na quantidade de participantes mudará nesta Euro de 2016, quando 24 equipes farão parte do certame.

A Eurocopa, ou Campeonato Europeu de Futebol, e o principal torneio entre seleções do velho continente, acontecendo a cada quatro anos. Antigamente era chamado de Taça das Nações Europeias, mudando para o nome atual em 1968.

Boa tarde, torcedor e leitor da VAVEL Brasil! Fique agora com mais uma transmissão em tempo real, dessa vez entre Bélgica x Irlanda, pela segunda rodada da fase de grupos da Eurocopa 2016. A partida será às 10h, pelo horário de Brasília. Fique conosco!