República Tcheca busca empate no fim contra Croácia e sobrevive na Eurocopa

Tchecos estavam em desvantagem por dois gols até chegaram no empate nos acréscimos da segunda etapa; jogo ficou marcado, também, por problemas de torcida

República Tcheca busca empate no fim contra Croácia e sobrevive na Eurocopa
Foto: Julian Finney/Getty Images
República Tcheca
2 2
Croácia

Na tarde desta sexta-feira (17), em partida jogada em Saint-Étienne pela abertura da segunda rodada do grupo D da Eurocopa, República Tcheca e Croácia fizeram um jogo bem movimentado. Os croatas dominaram a partida, abriram 2 a 0 com gols de Perisic e Rakitic, porém tomou o empate dos tchecos, que marcaram com Skoda e Necid, este último sendo de pênalti. 

Com o empate, a Croácia assume a liderança isolada do chave, esperando o confronto entre Espanha e Turquia mais tarde para confirmar a posição. A República Tcheca sobe para terceiro e respira no torneio. As classificações ficam para a última rodada, quando os croatas enfrentam os espanhóis e os tchecos jogam contra os turcos, ambos jogos às 16h do próximo dia 21. 

A torcida croata foi algo para ser lembrado. Arremessaram 13 sinalizadores no gramado e um rojão explodiu na mão de um funcionário que tentava limpar o campo para o jogo continuar jogando, além de briga nas arquibancadas. Isso levanta questões sobre a segurança que a organização francesa anda fazendo nesta competição.

Os primeiros minutos se mostraram bem equilibrados, com as duas equipes trocando posses de bola e buscando o gol de maneira rápida quando a tivesse. Sem grandes chances de perigo logo de início, o meio de campo foi fundamental para o desenrolar inicial do embate, principalmente a da Croácia que, apesar de toda igualdade, foram quem tiveram a primeira iniciativa, o que acaba sendo natural nesta fase da competição. 

Aos 21 minutos, os croatas chegaram pela esquerda e conseguiram um bom cruzamento para a área de maneira rasteira, porém Perisic não conseguiu alcançar a bola, no que poderia ser o primeiro gol da partida. Depois disso, a Croácia passou a ter controle da partida, roubando sempre a bola, buscando criar e encurralando o adversário. No minuto 36, Perisic pegou a bola na intermediária depois de roubo de bola, avançou, invadiu a área, pedalou e chutou de esquerda para vencer Cech e abrir o placar em Saint-Étienne. 

Na segunda etapa, a República Tcheca conseguiu aumentar um pouco seu volume de jogo, conseguiu criar algumas poucas chances que não foram completadas de maneira eficiente, e então a Croácia, em sua primeira tentativa de gol na segunda parte, Rakitic recebeu a bola pelo meio entre os zagueiros, avançou e tocou na saída do goleiro para fazer o segundo gol da partida no minuto 14. Três minutos depois, Mandzukic se desloca da marcação, recebe passe dentro da área, porém não consegue fazer o toque para o meio. 

Depois de uma tentativa de passe pelo meio, a zaga conseguiu afastar para o lado e Mandzukic apareceu para chutar para o gol de primeiro, cara a cara com o goleiro, porém sem sucesso aos 21 minutos. Contudo, nove minutos depois, os tchecos diminuíram com Skoda que foi encontrado por Rosicky para cabecear e marcar para sua nação e dar um fôlego nessa altura da partida para a República Tcheca. 

Por volta dos 40 minutos, o jogo foi paralisado por alguns minutos porque alguns torcedores da Croácia arremessaram cerca de nove sinalizadores no gramado, além de um rojão que explodiu na mão de um deles antes de arremessar. Aos 47, Vida acaba subindo para cabecear dentro da área e acaba tocando com a mão dentro da área, sendo pênalti para os tchecos. Necid cobrou com maestria na cobrança e enfiou uma bomba no meio do gol, empatando o jogo.