Polônia bate Ucrânia pelo placar mínimo e avança às oitavas da Eurocopa

Ucranianos bem que tentaram e chegaram a dominar parte do primeiro tempo, mas poloneses foram mais clínicos

Polônia bate Ucrânia pelo placar mínimo e avança às oitavas da Eurocopa
Foto: Lars Baron/Getty Images
Ucrânia
0 1
Polônia

Encerrando os trabalhos pelo grupo C da Eurocopa 2016, a Ucrânia enfrentou a Polônia no Vélodrome, em Marseille, no começo da tarde desta terça-feira (21). Os poloneses venceram pelo placar mínimo, com gol marcado na segunda etapa por Blaszczykowski que entrara no intervalo e garantiu a sua classificação para a próxima fase, em segundo colocado. 

Com a vitória, a Seleção Polonesa conseguiu chegar nas oitavas de final com a vaga direta, terminando o grupo C em segundo lugar com sete pontos, a mesma pontuação que a líder Alemanha, mas que leva vantagem no saldo de gols. Os ucranianos, por sua vez, encerram sua participação no torneio em último, com nenhum ponto conquistado, nenhum gol marcado e com saldo de cinco negativo. A Irlanda do Norte fica em terceiro, aguardando a definição das outras chaves para ver se avança como um dos quatro melhores terceiros colocado.  

Com o início do primeiro tempo, a Polônia mostrou que poderia dominar o jogo já desde o primeiro minuto, quando apareceu duas vezes com Lewandowski, tendo chances claras de marcar gol. Depois da segunda tentativa, a Ucrânia passou a dominar o primeiro tempo, criando mais oportunidades de gols que o adversário tivera e chegando mais próximo ainda de abrir o placar em Marseille. Contudo, mesmo que algumas tentativas chegassem próximo de se concretizarem, a primeira parte acabou com o empate sem gols. 

Já no segundo tempo, o equilíbrio foi mais visualizado, visto que trocas de posses de bola, recuperações da redonda, marcações mais fechadas e cada vez mais cautelosas foram presenciadas no gramado do Vélodrome. Entretanto, aos nove minutos da segunda etapa, Blaszczykowski recebeu dentro da área, limpou dois marcadores fingindo que ia chutar e arrematou da entrada da pequena área com força para fazer o primeiro e único tento da partida, garantindo a sua seleção de uma vez por todas na próxima fase da competição. 

Depois de sofrer o gol, a Ucrânia, que não marcou nenhum durante todo o torneio, tentou chegar mais vezes ao ataque do que no primeiro tempo, mas nunca conseguindo concretizar nada em gol, persistindo no problema que andou tendo durante a Euro: a finalização. A equipe cria oportunidades, mas na hora de colocar um ponto final nela, não atinge a meta. E foi assim até o final dessa sua participação, agora voltando pra casa com três derrotas em três jogos.