Técnico dos Estados Unidos credita eliminação na Copa América à qualidade dos argentinos

Klinsmann adota uma postura consciente após derrota para a Argentina com direito a genialidade de Lionel Messi

Técnico dos Estados Unidos credita eliminação na Copa América à qualidade dos argentinos
Técnico alemão de frente à seleção dos Estados Unidos (Foto: Getty Images)

Como diria o técnico dos Estados Unidos, Jürgen Klinsmann, a Argentina deu uma aula de futebol na partida desta semifinal. A seleção estadunidense perdeu por 4 a 0 e assim saiu da Copa América do Centenário que acontece em seu território sem chegar à final.

O treinador Klinsmann exaltou a qualidade técnica e intensa variação de jogo dos argentinos. Por outro lado, apontou como a seleção treinada por ele alcançou uma boa colocação entre os quatro melhores do continente americano. O alemão busca ter uma visão de futuro para seu time e pretende dar continuidade ao trabalho.

Temos que dar crédito ao rival. Disse aos meus jogadores que não têm que ficar envergonhados. É parte dessa Copa América e chegamos aos últimos quatro. Agora é preciso olhar adiante, isso é um processo”.

O ex-jogador e agora técnico foi ciente do domínio argentino sobre seus jogadores estadunidenses. Ele assumiu que optou por uma formação mais conservadora em um esquema mais defensivo. Porém, não esperava uma rápida ação dos albicelestes, um gol aos três minutos de jogo.

“A Argentina é um time especial. Conseguir um gol aos três minutos também ajudou. Isso também é mental. Uma vez que tiveram essa vantagem não afrouxaram. Começaram a mover a bola rapidamente, a atacar, e tiveram muitas chances. Eles sabem exatamente como se organizarem rapidamente atrás da bola. Eles pressionam alto logo que você está com a posse. É por isso que não tivemos nenhuma chance de gol”, durante os 90 minutos da semifinal em Houston, a equipe estadunidense não conseguiu dar um chute ao gol.

O técnico dos Estados Unidos foi criticado por optar ter esta postura diante a Argentina de Messi. No entanto, teve uma eliminação consciente, pois o futebol jogado pelos argentinos tem sido considerado um dos melhores da América do Sul. Agora a Albiceleste espera o adversário que sairá da partida entre Chile e Colômbia desta quarta-feira às 21h (Brasília).