Osorio segue no comando do México após 7 a 0 na Copa América Centenário

Federação se reuniu na última quarta-feira e definiu que o treinador seguirá à frente da Seleção Mexicana

Osorio segue no comando do México após 7 a 0 na Copa América Centenário
Ex-treinador do São Paulo segue no comando do México (Foto: Harry How/Getty Images)

Após o vexame na Copa América Centenário, quando o México foi eliminado depois de perder por 7 a 0 para o Chile nas quartas de final, o futuro do treinador Juan Carlos Osorio na seleção era incerto. Entretanto, a federação mexicana se reuniu nesta quarta-feira (22) e decidiu que Osorio seguirá no comando da "La Tri".

A dura derrota mexicana contra o Chile deixou o trabalho de Juan Carlos Osorio coberto por dúvidas. Se antes invicto e pouco criticado, a goleada sofrida fez com que muitos questionassem sua continuação no México, mas essa questão foi definida.

O Secretário Geral da federação, Guillermo Cantú, concedeu entrevista coletiva nesta quinta-feira (23) para ratificar a permanência de Osorio com a seleção. "Pensamos muito sobre isso, mas consideramos que não é a melhor solução (demití-lo). A melhor opção é a continuidade. Conversamos bastante e vamos conversar mais ainda. Para formar uma equipe devemos dizer a verdade e a verdade às vezes dói. Decidimos continuar o processo que começou ano passado", disse ele.

"Temos feito muitas reuniões grandes, estamos discutindo muitos temas. Todos somos responsáveis, alguns muito, outros menos, mas todos somos responsáveis", completou Cantú.

Depois da eliminação, alguns especialistas afirmaram que o problema mexicano poderia ser a quantidade de rotações feitas por Osorio no time. Entretanto, Cantú discordou e afirmou que a federação não exigiu que ele parasse de fazê-las: "Falar sobre as rotações é inevitável. Tem momentos para fazer mais ou menos rotações. Às vezes por lesão ou suspensão, às vezes para dar ritmo de jogo a alguns jogadores. Nós já tínhamos discutido as rotações e elas são inevitáveis. Estou convencido de que as rotações devem ser feitas".

O treinador colombiano já havia assumido a culpa pelo resultado terrível contra o Chile. Logo depois do jogo, ele admitou que errou: "Me equivoquei e assumo a responsabilidade. Foi uma apresentação muito pobre de nossa parte, fomos frágeis defensivamente e peço desculpa a todos os mexicanos. Perdemos o controle".

Antes do duelo contra o Chile, Juan Carlos Osorio não tinha uma derrota sequer pelo México. O treinador conseguiu contabilizar dez vitórias em dez jogos e não havia perdido ou empatado ainda. Osorio também conseguiu voltar a colocar a seleção mexicana como favorita ao título de uma grande competição.