Diego Tardelli e Felix Magath em rota de colisão no Shandong Luneng

Imprensa estrangeira já cogita retorno de atacante ao futebol brasileiro; pelo Twitter, Tardelli nega

Diego Tardelli e Felix Magath em rota de colisão no Shandong Luneng
Diego Tardelli durante a disputa da Liga dos Campeões da Ásia (Foto: Reprodução/ Weibo)

O clima no Shandong Luneng não é dos mais agradáveis. Lanterna da Super Liga Chinesa, nem parece que o clube vai disputar as quartas de final da Liga dos Campões da Ásia em agosto.

O atacante Diego Tardelli utilizou o Twitter para falar da metodologia de treinamento de seu novo treinador, o alemão Felix Magath. O post foi escrito na manhã de sábado (25 de junho), dia seguinte da derrota do Shandong Luneng por 2 a 1 para o Chongqing Lifan. Após alguns minutos, a postagem foi deletada.

Na coletiva de imprensa para o jogo de quarta (29 de junho) contra o Shanghai Shenhua pela Copa da China, Felix Magath foi perguntado sobre a situação do atacante brasileiro.

"Eu não sei se Tardelli está em posição para questionar meus métodos de treinamento. Nós trabalhamos algumas vezes juntos, então eu duvido que ele tenha problemas com meus métodos. Sua infelicidade tem mais a ver com razões pessoas e não com meus treinamentos", comentou.

Foto: Reprodução/ Twitter
Foto: Reprodução/ Twitter

Diego Tardelli não esteve nem no banco do Shandong Luneng nas últimas três rodadas. O atacante não joga desde 29 de maio, quando o Shandong perdeu de 2 a 0 para o Beijing Guoan. Esta seria a última partida de Mano Menezes no comando técnico da equipe chinesa. Se Tardelli tem seis gols em nove jogos na Liga dos Campeões da Ásia, o desempenho do atacante de 31 anos na Super Liga Chinesa não é tão bom. Até agora o jogador foi apenas uma vez à rede em nove jogos na competição.

A imprensa estrangeira já cogita um retorno do atacante ao futebol brasileiro. Segundo notícias, Magath pretende utilizar as vagas de estrangeiros para reforçar o sistema defensivo da segunda pior defesa da China. Mas em nova postagem no Twitter, Tardelli afirma que "não tem propostas do Brasil, e só pretende retornar ao país em dois ou três anos".

O alemão Felix Magath é conhecido no meio do futebol por ser um treinador linha dura, que cobra muito de seus atletas principalmente na parte física. Magath também tem fama por seus rígidos métodos de treinamento. Vários jogadores já foram vítimas de sua rigidez, como os brasileiros Diego e Rafinha, o costa-riquenho Bryan Ruíz e o grego Kostas Mitrologou no Fulham.