Com 47 gols na temporada, atacante israelita Eran Zahavi é contratado pelo Guanghzou R&F

Após ter marcado impressionantes 47 tentos jogando pelo Maccabi Tel Aviv, Zahavi irá atuar agora no futebol chinês

Com 47 gols na temporada, atacante israelita Eran Zahavi é contratado pelo Guanghzou R&F
(Foto: Divulgação Guanghzou R&F)

A falta de gols do Guanghzou R&F no Campeonato Chinês fizeram com que a diretoria do clube trouxesse o grande artilheiro do futebol israelita pelo equivalente a oito milhões de dólares.  Eran Zahavi, estrela do futebol de Israel e ex-atleta do Maccabi Tel Aviv foi confirmado como novo reforço do Guanghzou nesta quarta-feira (29), após o clube ter oficializado o negócio através de suas redes sociais.

O meia ofensivo deixa o Maccabi Tel Aviv com status de ídolo, pois além de ser o artilheiro do clube nas três temporadas em que passou pelos The Yellows, Zahavi trouxe nada mais nada menos que três Campeonatos Israelitas, se tornando uma grande referência no futebol local e abrindo os olhos de outros clubes. Os 47 gols na temporada também impressionam, número este que o fez receber ofertas do futebol europeu, mas o meia-atacante preferiu o futebol chinês.

Não sendo uma das mais tradicionais equipes chinesas, o Guanghzou R&F, diferentemente de outros clubes do país, não gastou toneladas de dinheiro em atletas, sendo o próprio Zahavi o grande nome do elenco comandando pelo sérvio Dragan Stojkovic. Atualmente na 11ª colocação, o Guanghzou vê bem de perto a zona de rebaixamento, possuindo o quarto pior ataque da competição. Portanto, Zahavi foi contratado para ser a salvação do clube.

O jogador israelita terá como companheiros de equipe dois brasileiros, ambos meio-campistas. Um deles é Bruninho, ex-Ponte Preta, CaxiasLajeadense, que também teve uma ótima passagem pelo futebol dinamarquês. Já o outro é Renato, ex-Coritiba, Londrina, Atlético Goianiense e Kawasaki Frontale. Eran Zahavi terá ao seu lado os atacantes Apostolos Giannou e Zhi Xiao.

Com 28 anos, Zahavi foi revelado pelo Ironi Ramat HaSharon, tendo passagen por Hapoel Tel Aviv, principal rival do clube em que fez história. Atuou muito pouco no futebol italiano pelo Palermo até que voltou ao seu país natal para atuar no Maccabi Tel Aviv. Pela seleção de Israel, o meia-atacante realizou 30 jogos e marcou cinco gols.