País de Gales vence Bélgica de virada e faz história ao avançar à semifinal da Eurocopa

Galeses sofreram belo gol de Nainggolan no começo do jogo depois de bombardeio belga, equilibraram a partida e viraram o jogo

País de Gales vence Bélgica de virada e faz história ao avançar à semifinal da Eurocopa
Foto: Matthias Hangst/Getty Images
País de Gales
3 1
Bélgica
País de Gales: Hennessey; Gunter, Chester, Williams; Davies, Taylor, Allen, Ledley (King 77'), Ramsey (Collins 89'), Bale; Robson-Kanu (Vokes 80')
Bélgica: Courtois; Meunier, Alderweireld, Denayer, J. Lukaku (Mertens 75'); Witsel, Nainggolan, KDB, Carrasco (Fellaini 45'), Hazard; R. Lukaku (Batshuayi 83')
Placar: 0-1, min. 13, Nainggolan. 1-1, min. 30, Williams. 2-1, min. 55, Robson-Kanu. 3-1, min. 85, Vokes.
ÁRBITRO: Damir Skomina (SLN). Amarelos: Davies 5', Chester 16', Gunter 24', Fellaini 58', Ramsey 75', Alderweireld 84'
INCIDENCIAS: partida válida pelas quartas de final da eurocopa 2016, no stade pierre mauroy, em lille métropole, frança.

Encerrando uma das chaves na Eurocopa, País de Gales enfrentou a Bélgica na tarde desta sexta-feira (1º), no Stade Pierre Mauroy, em Lille Métropole. Os galeses venceram os belgas, depois de partida bem movimentada e disputada entre as duas partes. Ashley Williams, Sam Vokes e Robson-Kanu marcaram para os britânicos e Nainggolan marcou um belo gol para descontar para os Red Devils, fechando o placar em 3 a 1. 

Com a vitória, Gales irá enfrentar a seleção de Portugal em uma das semifinais da Euro, na próxima quarta-feira (6), no Parc Olympique Lyonnais, em Lyon. A Bélgica, por sua vez, agora se concentra para as eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018, na Rússia. 

Bélgica começa bem, abre o placar, mas Gales se impõe e empata na primeira etapa

No começo do jogo, a Bélgica começou com tudo. Os Red Devils criaram situações de contra-ataques rápidos, além de buscar ficar sempre com a bola. Aos seis minutos, Lukaku conseguiu cruzamento para Carrasco que chutou para o gol de frente ao goleiro, que fez a defesa. No rebote, novo chute belga, para a defesa agora tirar em cima da linha e, por último, Hazard chega arrematando com força pra zaga finalmente mandar pra escanteio no desvio.

Gales respondeu com Bale pela esquerda, que conseguiu carregar a bola com espaço em direção à área. Depois da invasão da grande área, arriscou o chute, porém a bola bateu na rede pelo lado de fora aos nove minutos da primeira etapa. Com 13 minutos, porém, veio o primeiro gol da partida. Nainggolan, assim como contra a Suécia, arriscou chute de fora da área com espaço pra abrir o placar em Lille. 

Aos 25 minutos, Courtois evitou o que seria o gol de empate galês no jogo: Ramsey faz bela jogada pela direita na área, busca alguém pra cruzar e manda pro meio da área. Taylor chegou chutando forte para a meta, mas o arqueiro belga conseguiu voltar a tempo para conseguir espalmar a bola. Cinco minutos depois, porém, veio o empate dos britânicos. Ashley Williams apareceu livre pelo meio depois de cruzamento em cobrança de escanteio e mandou de cabeça para o gol. 

Depois dos gols, o jogo acabou ficando mais equilibrado, com as duas equipes tentando criar oportunidades de gol. Trocam posses de bola, assim como novos escanteio. Aos 41 minutos, Ramsey chegou fora da área e arriscou o chute, porém foi desviado para escanteio. Na cobrança, Williams novamente subiu sozinho, porém testou pra fora. No último lance da primeira etapa, Aaron acertou levantamento para Kanu, que cabeceou sem muita força para o gol, facilitando para o goleiro. 

Gales vira a partida e no final mata o jogo

Como foi no início do jogo, a Bélgica foi bem mais incisiva e buscou criar oportunidades com muita intensidade após o apito de recomeço. No segundo minuto, Lukaku cabeceou bola cruzada, para a fora. No minuto seguinte, De Bruyne arriscou chute de fora da área com a perna esquerda depois de limpar a marcação. Dois minutos depois, Hazard encerrou o bombardeio belga com um chute depois de driblar marcador em diagonal, mas a bola foi pra fora. 

Robson-Kanu, no entanto, virou o jogo para Gales. Assim como na primeira etapa, depois de muitas jogadas em sequência da Bélgica, a equipe britânica marcou gol em sua primeira chegada efetiva. Bale lançou Ramsey, que cruzou para o camisa 9 marcar o segundo dos de vermelho na partida, aos 10 minutos. Oito minutos passados, De Bruyne tentou chute em cobrança de falta, mas Hennessey encaixa a defesa. 

Com 25 minutos marcados no relógio do segundo tempo, De Bruyne recebeu pela direita e arriscou cruzamento rasteiro visando Lukaku, mas a zaga consegue se antecipar e tirar o perigo. Três minutos depois, bola cruzada para Fellaini que cabeceou, porém pra fora. Aos 40 minutos, porém, Gales conseguiu fazer história ao avançar à semifinal, depois de bom cruzamento vindo da direita e Vokes subiu mais que todo mundo pra mandar de cabeça ao gol.