Em nova postagem no Twitter, Diego Tardelli desabafa: "Não tirem minha felicidade"

Atacante brasileiro tem contrato com o Shandong Luneng até janeiro de 2019

Em nova postagem no Twitter, Diego Tardelli desabafa: "Não tirem minha felicidade"
Foto: Divulgação / Weibo

O atacante brasileiro Diego Tardelli retornou a usar as redes sociais para falar de sua situação no Shandong Luneng. Desta vez, o atacante ex-Atlético-MG e São Paulo desabafou sobre sua situação atual no clube chinês. Mesmo após marcar dois gols contra o Shijiazhuang Ever Bright, no último dia 13 (quarta-feira), o jogador foi para o time reserva do Shandong, o que significa que ele não deve ser utilizado pela equipe até o final da temporada.

Foto: Reprodução/ Twitter
Foto: Reprodução/ Twitter

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Não é a primeira vez que o atacante brasileiro utiliza suas redes sociais para comentar sua situação no clube chinês. No fim de junho, Tardelli tinha utilizado novamente o Twitter para falar do treinador alemão Felix Magath, na época recém-chegado ao clube.

Contratado pelo Shandong Luneng em janeiro de 2015 por € 5,5 milhões junto ao Atlético-MG, Diego Tardelli foi realocado ao time reserva da equipe após as contratações do italiano Graziano Pellè e do senegalês Papiss Cissé. Tardelli tem contrato com o Shandong até janeiro de 2019.

Na temporada atual, o atacante disputou 21 das 30 partidas do Shandong Luneng e fez nove gols e deu cinco assistências. A imprensa brasileira já cogitou seu retorno ao país, com Corinthians e São Paulo como possíveis interessados. Mas o próprio Diego Tardelli já disse em outras oportunidades que "só pretende retornar ao país em dois ou três anos".

Com vencimentos que rondam os R$ 2 milhões mensais, o atacante de 31 anos recebe um valor que dificilmente o futebol brasileiro teria condições de pagar.