Após fazer teste por algumas semanas, zagueiro Senderos assina com Rangers na Deadline Day

Atleta estava sem clube desde que saiu do Grasshoppers e, nesse período sem time, aceitou oferta para passar por testes nos Light Blues

Após fazer teste por algumas semanas, zagueiro Senderos assina com Rangers na Deadline Day
Foto: Divulgação / Rangers

O Rangers fechou o elenco para a participação na sua volta à Premiership nesta quarta-feira (31) com sua última adição, o zagueiro suíço Philippe Senderos, à custo livre e em contrato de uma temporada. O atleta ex-Arsenal estava treinando com o time há algumas semanas, estando em período de testes, sendo então aprovado pelo treinador Mark Warburton

Com bastante experiência na carreira, Senderos já passou por quatro países diferentes, sendo a Escócia o quinto deles. E toda a sua bagagem não foi desconsiderada quando o clube pediu que fizesse testes com o elenco e, quem sabe, assinar contrato com o time. O zagueiro não hesitou em aceitar e ainda afirmou que acabou sendo uma decisão fácil. 

"Assim que eu tive a oportunidade de vir aqui treinar com o clube, eu disse 'sim', e agora estou muito feliz de poder ser jogador permanente", disse à Rangers TV. "Tinha voltado a jogar na Suíça para tentar jogar a Eurocopa, tendo maior regularidade, mas infelizmente acabou não dando certo, mas quando surgiu a chance de vir para o Rangers, não pensei duas vezes. É um clube enorme", acrescentou.

Entre as decisões sobre times que um jogador precisa escolher, quando recebe propostas, muitas vezes o treinador acaba sendo uma peça importante para que o atleta prefira um entre tantos. Não foi diferente com Senderos. "Mark Warburton foi um grande fator para que eu assinasse. Ele tem grandes ambições, e por mais que não fale nas entrevistas, ele procura deixar claro para os jogadores", observou.

Senderos é suíço e iniciou sua carreira no modesto Servette em 2002. Um ano depois, rumou para o Arsenal, onde ficou por sete anos. Acabou sendo emprestado para Milan e Everton no período, até que foi para o Fulham, em 2010. Ficou até 2014 e, desde então, passou por Valencia, Aston Villa e Grasshoppers da Suíça.