Dembélé brilha, Celtic goleia Rangers e se isola na liderança da Premiership

Substituto de Griffiths, jovem atacante francês se encarrega de resolver e faz 3 gols no jogo, além de uma assistência

Dembélé brilha, Celtic goleia Rangers e se isola na liderança da Premiership
Foto: Reuters
Celtic
5 1
Rangers
Celtic: DE VRIES; LUSTIG, TOURÉ, SVIATCHENKO, TIERNEY; BITTON, BROWN (MCGREGOR 72'); FORREST (ROBERTS 64'), ROGIC (ARMSTRONG 53'), SINCLAIR; DEMBÉLÉ
Rangers: FODERINGHAM; TAVERNIER, SENDEROS, KIERNAN (FORRESTER 71'), WALLACE; KRANJCAR (HALLIDAY 45'), BARTON, WINDASS, GARNER, MCKAY; MILLER (WAGHORN 63')
Placar: 1-0, MIN. 33, DEMBÉLÉ. 2-0, MIN. 42, DEMBÉLÉ. 2-1, MIN. 44, GARNER. 3-1, MIN. 61, SINCLAIR. 4-1, MIN. 83, DEMBÉLÉ. 5-1, MIN. 90+2, ARMSTRONG.
ÁRBITRO: WILLIE COLLUM. AMARELOS: BITTON 8', KRANJCAR 28', TOURÉ 48', SENDEROS 62', KIERNAN 67', SENDEROS 74', ROBERTS 80', DEMBÉLÉ 83'. VERMELHOS: SENDEROS 74'
INCIDENCIAS: PARTIDA VÁLIDA PELA QUINTA RODADA DA SCOTTISH PREMIERSHIP 2016/2017, REALIZADA NO CELTIC PARK, EM GLASGOW, ESCÓCIA.

Após mais de quatro anos de pausa, o Old Firm voltou a ser disputado pela Premiership neste sábado (10). E quem levou a melhor foi o Celtic, que venceu o Rangers por 5 a 1, no Celtic Park. Os gols dos donos da casa foram marcados por Moussa Dembelé (hat-trick), Scott Sinclair e Stuart Armstrong, enquanto que Joe Garner anotou para os visitantes.

Antes de o jogo começar, a informação de que Griffiths, que era dúvida para o clássico, estava fora, causou um pouco de apreensão aos torcedores dos Hoops e o encarregado de substituir o camisa 9 foi o jovem Dembelé.

A vitória dá a liderança isolada para o Celtic, que chega aos 12 pontos ganhos, mantendo 100%. O Rangers mantém a segunda posição, mas pode ser ultrapassado ao final da rodada. Na próxima semana, os Hoops viajam para enfrentar o Inverness no próximo domingo (18) e os Light Blues recebem o Ross County no sábado (17).

Primeiro tempo é dominado pelos donos da casa, mas visitantes respondem no final

Quando a bola rolou, o Celtic buscou partir cima desde os primeiros minutos, mas parou na forte marcação do Rangers. Aos 8 minutos, Rogic bateu da frente da grande área e a bola passou a esquerda do gol de Foderingham. O camisa 18 teve outra chance aos 20 minutos, chutando de primeira, mas por cima do gol. Forrest também deu muito trabalho pelo lado direito do ataque, assombrando o capitão Wallace.

Por outro lado, os Gers, além de marcarem bem, tentavam sair rápido para armar algum contra-ataque, mas também paravam na marcação rival. Já os Hoops seguiram com a posse de bola e arriscavam diversos chutes, todos travados pela defesa adversária.

Até que, de tanto insistir, eles abriram o placar, aos 33 minutos. Após cobrança de escanteio pela esquerda, Dembelé subiu mais que todo mundo e cabeceou para o fundo das redes, fazendo 1 a 0. O Celtic continuou com a bola nos pés e chegou ao segundo gol 9 minutos depois. Kiernan saiu jogando errado, Bitton lançou rasteiro para Dembelé, que deu um corte em Senderos e bateu de trivela, na saída do goleiro, para fazer 2 a 0. Mas, quando parecia que o primeiro tempo acabaria assim, o Rangers reagiu. Tavernier cruzou da direita, Miller ajeitou de cabeça e Garner cabeceou para o fundo das redes, mostrando que o time não estava entregue.

Expulsão de Senderos arruina os planos de Warburton

Na volta do intervalo, Mark Warburton fez uma substituição. Ele sacou Kranjcar e colocou Halliday. Com isso, a equipe melhorou e começou bem o segundo tempo. A grande chance do Rangers empatar caiu nos pés de McKay, aos 8 minutos. Ele recebeu no lado esquerdo, dentro da grande área, e bateu colocado. A bola passou tirando tinta da trave de De Vries.

Percebendo a melhora do adversário, Brendan Rodgers agiu e colocou Armstrong no lugar de Rogic. O Celtic equilibrou o jogo novamente e teve uma boa chance com Forrest, batendo colocado, mas Foderingham defendeu. Depois, Armstrong avançou pela intermediária e arriscou de fora da área e o camisa 1 espalmou.

E, aos 16 minutos, os Hoops conseguiram ampliar. Dembelé recebeu pelo meio e tocou para Sinclair, que chutou, na saída do goleiro, para fazer o terceiro. Com a diferença de dois gols no placar, Warburton decidiu arriscar tudo, tirando o zagueiro Kiernan e colocando o meia Forrester. Mas, um lance bobo jogou fora toda a estratégia do treinador. Senderos, que já tinha amarelo, pôs a mão de bola e foi expulso. Com 10 em campo e sem nenhum zagueiro de ofício em campo, o time ficou exposto.

O Celtic, que não tinha nada a ver com isso, foi para cima. Aos 38 minutos, Lustig cruzou da direita. Dembelé dominou e bateu, coroando a grande atuação, com um hat-trick. Era o quarto dos donos da casa. Com o Rangers nas cordas, deu tempo ainda para mais um. Tierney cruzou da esquerda, a bola passou por todo mundo na grande área e sobrou para Armstrong, que chutou e fez o quinto dos Hoops, fechando o caixão do arquirrival e levando a torcida ao delírio.