Atlético Nacional vence Sol de América e confirma vaga nas quartas da Sul-Americana

Colombianos não sentem homem a menos durante boa parte da segunda etapa e vencem paraguaios por 2 a 0; adversário sai nesta quarta

Atlético Nacional vence Sol de América e confirma vaga nas quartas da Sul-Americana
Foto: Divulgação/Club Atlético Nacional
Atlético Nacional
2 0
Sol de América

Em partida de volta da fase de Oitavas de Finais da Copa Sul-Americana, Atlético Nacional venceu a equipe do Sol de América em Medellín, capital da Colômbia, na noite desta terça-feira. Após ter encaminhado a classificação com um empate com gols, dando assim aos colombianos, a vantagem do empate sem gols, os alviverdes conseguiram confirmar o favoritismo e passaram de fase com uma vitória por 2 a 0.

Com gols de Bocanegra, de falta, e Berrío, a equipe da capital da Colômbia foi a primeira a garantir vaga na próxima fase, e espera a definição de seu adversário, que saíra do confronto entre Coritiba e Belgrano. Na partida de ida, a equipe argentina superou o Coxa por 2 a 1, no Brasil, garantindo então, ótima vantagem. O duelo entre brasileiros e argentinos acontecerá nesta quarta-feira (28).

Com o regulamento ao seu lado, o Atlético Nacional começou a partida tentando manter a posse da bola, buscando garantir que a velocidade da partida fosse baixa, mantendo o zero no placar, o que o beneficiaria após o empate em 1 a 1 na semana passada. Tocando bola no meio campo com calma, os alviverdes colombianos mandavam na partida, deixando o Sol de América apenas olhando.

Mas a equipe paraguaia tratou de assustar também, chegando com velocidade por algumas vezes, e obrigando, até mesmo, que jogadas fossem paradas com faltas. Com técnica melhor, os atletas do Nacional conseguiam, mesmo passando alguns sustos, manter a superioridade da equipe no jogo, mantendo a vantagem em oportunidades até o fim da primeira etapa de jogo.

Na primeira jogada da metade final de partida, Borja chegou de frente para o gol, mas em uma mistura de mérito do arqueiro adversário, e relaxamento do atacante do Nacional, a oportunidade foi desperdiçada, mantendo o insistente zero no placar, mas não por muito tempo.

Aos 12’, Bocanegra bateu bela falta, deslocando e enganando o goleiro e abrindo o placar para o Atlético Nacional. Com o gol, o Sol de América passou a precisar de um, para que a partida fosse para a decisão nas cobranças de pênaltis. Curiosamente, o gol aconteceu logo após a expulsão de Mosquera, pelo Nacional. O natural seria que a equipe da casa caísse de rendimento após ter um atleta excluído, mas o oposto aconteceu, e os alviverdes de Medellín partiram com tudo buscando o segundo gol.

Ele aconteceu aos 37’, dos pés de Berrío, o veloz ponta direita da equipe, naturalmente, em jogada de ultrapassagem e chute forte e cruzado, que foi morrer na parte superior da rede adversária, decretando a eliminação do Sol de América, e a classificação do Atlético Nacional de Medellín para as Quartas de finais da Copa Sul-Americana.