Sem desrespeitar a tradição, torcida iraniana não abandona seleção em dia sagrado ao Islã

Os 75 mil torcedores que compareceram ao estádio Azadi, viram o Irã derrotar a Coréia do Sul, por 1 a 0, pelas eliminatórias para a Copa do Mundo

Sem desrespeitar a tradição, torcida iraniana não abandona seleção em dia sagrado ao Islã
Foto: Getty Images

Nesta última terça-feira (11), o Irã derrotou pelo placar mínimo a Coréia do Sul, pelas Eliminatórias Asiáticas para a Copa do Mundo de 2018. O gol iraniano saiu de Sardar Azmoun, aos 25 minutos da primeira etapa. Contudo, além do belo jogo que ambas seleções proporcionaram, o que mais chamou a atenção foi o grande número de torcedores iranianos presentes no Estádio Azadi, em Teerã. Mesmo em dia sagrado ao Islã, 75 mil pessoas marcaram presença para assistir a partida, sem desrespeitar a tradição religiosa.

Dia 11 de outubro, no calendário Iraniano, é a Tasu'a, data na qual os xiitas costumam ficar em luto. Devido a ocasião, os torcedores do Irã que foram no estádio acompanhar o jogo, assistiram sua seleção vestidos de preto, ao contrário da tradicional camisa branca iraniana. Além disso, antes de começar a partida, trocaram as tradicionais músicas de arquibancada por cantigos religosos.

A Tasu'a é o nono dia do Muharram, cujo pertence ao primeiro mês do calendário islâmico. O décimo dia, chamado de Ashura, é também sagrado. Em ambos os dias, os xiitas relembram a Batalha de Karbala (Iraque, 680 dC), quando Husayn ibn Ali foi martirizado ao lado de seus outros 72 seguidores e membros da sua família, após suas respectivas mortes. Neste dia, as pessoas ficam em jejum e os homens saem em procissões. Rádios e televisões veiculam apenas músicas de luto, e os comércios fecham suas portas.

Houve pedidos a FIFA para que mudassem a data do jogo, mas não foi concedido. Em respeito a tradição, os jogadores iranianos entraram com uma faixa preta no braço, Na torcida, era difícil encontrar alguém que não estava de negro, enquanto até os torcedores sul-coreanos aderiram as roupas pretas. Foi orientado também que os torcedores não comemorassem tanto na hora da partida, mas mesmo assim, a torcida iraniana comemorou, e muito, o gol marcado por Sardar Azmoun. Já que Irã e Coréia possuem uma grande rivalidade no futebol.

Com esta vitória, o Irã assumiu a liderança do grupo A, tendo 10 pontos em quatro partidas disputadas. A Coréia do Sul ocupa atualmente a terceira colocação, possuindo sete pontos, que leva a seleção sul-coreana para os play-offs da competição. Na cola do Irã, há o Usbequistão, com nove pontos. Na próxima rodada, o Irã encara a Síria, no dia 15 de novembro. Já a Coréia, vai enfrentar no mesmo dia a seleção usbeque.